Project Details

Monitoramento Ambiental para a CGTEE

ECOSSIS-C41-BASE-COMFUNDO_0000s_0005_LOGO-6-CGTEE-ELETRO-e1520947605783

Ano de inicio: 2012

Status: Finalizado

Tipo de empreendimento: Termoelétrica

Localização: Candiota  Estado: RS

Serviços Executados

Programas de Monitoramento Ambiental

Desempenhando um papel crucial para a segurança energética do sul do País, a Ecossis executou para a Eletrobrás  – CGTEE, o Monitoramento das Estações Hidrométricas implantadas na Usina Termoelétrica Presidente Médici – Candiota/RS.

A Usina Termoelétrica Presidente Médici – UTPM – Candiota II, do tipo térmica a vapor, está localizada no município de Candiota/RS, distante 400 quilômetros de Porto Alegre. Sua construção aconteceu em duas etapas. A Fase A da Usina, com duas unidades de 63MW cada, foi inaugurada em 1974 quando foi integrada no Sistema Interligado Brasileiro. Seu combustível primário é o carvão mineral. No final de 1986 entrou em operação a Fase B, com duas unidades de 160 MW cada, totalizando 446 MW instalados.

O serviço contemplou Monitorar a Qualidade das Águas Superficiais e Transporte de Sedimentos em três estações Fluviométricas, sendo elas: Arroio Candiota Montante (ACM), Sanga Funda Montante (SFM) e Arroio Candiota Jusante (ACJ), pelo período de 1 (um) ano.
Parâmetros  monitorados:
· Temperatura;
· pH;
· Condutividade;
· Turbidez;
· DBO5;
· Transporte de Sedimentos.
Foram elaborados relatórios referentes a realização de cada amostragem, contendo:
Descrição dos procedimentos técnicos de coleta e preservação das amostras; Data de realização da amostragem; Registro fotográfico; Posição georeferenciada dos locais de coleta, em GPS, juntamente com um mapa mostrando os referidos pontos (no formato JPG); Parâmetros amostrados; Condições meteorológicas do período de amostragem; Descrição dos equipamentos utilizados na amostragem;

Laudos analíticos assinados por profissional habilitado para cada campanha contendo: Identificação da amostra analisada; Metodologias analíticas utilizadas; Modelo do instrumental analítico utilizado; Limite de Detecção do método; Tabela contendo os valores dos parâmetros analisados; Análise comparativa e interpretativa correlacionando os trabalhos realizados anteriormente na área, de forma a obter uma avaliação da evolução da qualidade do monitoramento; Conclusões e Recomendações decorrentes da análise e interpretação dos dados levantados durante todo o período de monitoramento e Determinação experimental da curva de vazão.

Benefícios da UTE Candiota

  • Maior aproveitamento do carvão nacional/gaúcho, com redução de preço, facilitando a alavancagem de novos empreendimentos na região de Candiota
  • Agrega energia firme para atendimento do mercado nacional
  • Impacta positivamente a economia da região (Metade Sul do Rio Grande do Sul) cujo desenvolvimento sócio-econômico por muito tempo manteve-se deprimido
  • Geração média de empregos: na construção: 1.500 empregos diretos e 3.000 empregos indiretos; na operação e manutenção: 250 empregos fixos
  • Operação com combustível nacional garantido, e sem risco cambial.

Para saber mais sobre a unidade da CGTEE de Candiota, acesse: http://cgtee.gov.br/UNIDADES/CANDIOTA