Energia

ecossis-slider-_0000_energia

O sistema de distribuição de energia elétrica no Brasil é regulado por regras dispostas em resoluções da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

O modelo brasileiro de geração de energia elétrica é essencialmente hidrelétrico. Mais de 75% da capacidade de geração nacional é composta por usinas hidrelétricas de grande e médio porte e Pequenas Centrais Hidrelétricas. O sistema de distribuição de energia elétrica no Brasil é regulado por regras dispostas em resoluções da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), as quais se orientam pelas diretrizes estabelecidas nas leis aprovadas pelo congresso nacional e nos decretos estabelecidos pelo Executivo Federal.

Existem diversas fontes de energia que podem ser utilizadas para atender à necessidade de expansão da oferta no Brasil, notadamente hidrelétrica, eólica, biomassa, gás natural, carvão, óleo combustível e nuclear. A energia gerada a partir de PCHs e Usinas Movidas a Biomassa, demonstraram nos últimos anos um custo de geração competitivo quando comparadas com a energia gerada pelas demais alternativas.

O sistema de transmissão de energia é constituído de uma rede de linhas de transmissão que se espalha por todo o território nacional com a função de levar a energia elétrica das fontes geradoras até as empresas de distribuição. Essa rede faz parte do Sistema Interligado Nacional (SIN) que reúne empresas de geração e transmissão de energia de quase todas as regiões brasileiras. O SIN é composto de 102,9 km de linhas de transmissão, com voltagens de 230 kV a 750 kV.