Project Details

Monitoramento Shadow flicker

Monitoramento em Parques Eólicos para Votorantim

Monitoramento Shadow flicker

Ano de inicio: 2019

Status: ATIVO

Tipo de empreendimento: Parque Eólico

Localização:  Simões, Curral Novo e Araripina.   Estado: PI, PE e CE

A Votorantim Energia contratou a Ecossis Soluções Ambientais para realizar o monitoramento do Efeito Estroboscópico (Shadow Flicker) do Complexo Eólico Ventos do Araripe III. 

A Votorantim Energia é a gestora do Complexo Eólico Ventos do Araripe III e este grande empreendimento de energia renovável é composto por quatorze parques eólicos. Todos os parques que fazem parte deste complexo encontram-se em operação comercial e estão localizados nos municípios de Simões/PI, Curral Novo/PI e Araripina/PE. 

O Monitoramento de Efeito Estroboscópico

A sombra dos aerogeradores de empreendimentos eólicos e, consequentemente, o efeito estroboscópico (shadow flicker), podem alcançar longas distâncias, a depender da altura das estruturas e da orientação do sol. Diante disso, o programa de monitoramento elaborado e executado pela Ecossis, tem como principal objetivo atender à condicionante ambiental 23.10 da licença de operação emitis pelo IBAMA.

As residências, escolas e outros locais com permanência humana prolongada, com distância de até 400 (quatrocentos) metros dos aerogeradores, deverão estar livres de impactos sonoros e de efeito estroboscópico, provocados pela operação dos aerogeradores do empreendimento, devendo ainda, em atendimento às normas da ABNT, conforme estabelecido na Resolução CONAMA nº 462, de 24/07/2014, ser objeto de estudo de monitoramento continuado, visando à confirmação da inexistência de impactos sonoros e efeito estroboscópico, de modo a garantir o conforto acústico e a preservação da saúde da comunidade local.

Além do atendimento desta condicionante ambiental, a Ecossis adotará também os parâmetros e diretrizes do “Environmental, Health, And Safety Guidelines For Wind Energy”, do International Finance Corporation (IFC), de agosto de 2015, para avaliação do impacto. 

 Todas as edificações no raio de 250m a 500m serão enquadradas e monitoradas dentro dos padrões da metodologia proposta, para melhor avaliação está previsto visitas técnicas, afim de propor medidas mitigatórias e sugestões de ações com intuito de atenuar os impactos causados pelo efeito estroboscópico. 

Além de realizar o monitoramento nos 14 parques do complexo, a Ecossis Soluções Ambientais irá elaborar também o Projeto de Mitigação dos impactos causados nas casas sob o efeito estroboscópico e ruídos na operação do Complexo Eólico Ventos de Araripe III, especificamente do parque VENTOS DE SANTO AUGUSTO VIII, com sede no município de Maracanaú, Estado do Ceará. 

O projeto que é coordenado por especialistas no assunto, iniciou em julho de 2019 e tem duração prevista para 12 meses.

Open chat