Project Details

Programa de Controle de Processos Erosivos para Prefeitura de Bagé

ECOSSIS-base-CASES-VERSAO-BASE-PROP-2200X900-BAGE

Ano de inicio: 2010

Status: Finalizado

Tipo de empreendimento: Órgão Público

Localização: Bagé  Estado: RS

A Ecossis Soluções Ambientais elaborou o Programa de Gestão Ambiental com o monitoramento de processos erosivos, aplicado na “Barragem da Arvorezinha”, município de Bagé/RS.

A implantação de obras de infraestrutura vem requerendo, cada vez mais, cuidados para evitar e/ou minimizar os impactos socioeconômicos, físicos e bióticos que provocam no espaço onde se inserem. Os procedimentos de controle da qualidade ambiental de obras e Projetos são instrumentos que servem para orientar o Agente Executor a elaborar, analisar, revisar e executar Projetos e obras respeitando e considerando as questões ambientais. 

Neste contexto, a Ecossis Soluções Ambientais elaborou um extenso programa de gestão ambiental que foi aplicado no empreendimento “Barragem da Arvorezinha”, implantado no arroio Piraizinho, município de Bagé/RS.

Neste projeto foram promovidas ações, estudos e programas que, foram pensados para abranger medidas de natureza preventiva, mitigadora, corretiva ou compensatória dos meios físico, biótico e socioeconômico. 

Dentre essas ações foi desenvolvido o Programa de Controle e Monitoramento de Processos Erosivos, assoreamento e estabilidade do reservatório. O programa abrangeu ações e realizou monitoramento dos processos erosivos/assoreamento, bem como todas as ações relacionadas à estabilidade de encostas ligadas à implantação e operação da Barragem da Arvorezinha.

Os processos erosivos, caracterizados pelo escoamento em meios naturais não estáveis, estão relacionados ao carreamento de matéria junto às margens e fundo dos canais de drenagem e sua deposição esporádica/permanente em determinados pontos.  

O barramento do arroio traz influências diretas nestes processos, causando alteração do nível d’água na área do reservatório e, com isso, aumentando a área de contato da água nas margens, logo, aumentando a área suscetível aos processos erosivos. 

O objetivo do Programa foi monitorar e, quando necessário, conter fenômenos de instabilização de encostas e erosões, a fim de proporcionar condições de operação à barragem e de controle do aumento dos processos de assoreamento do reservatório. O programa também objetivou a caracterização dos agentes e causas dos processos de instabilização e erosão já existentes e os potenciais, relacionados ao empreendimento, para a adoção de procedimentos de contenção de encostas que ofereciam riscos.

A implementação dessas medidas de monitoramento e prevenção de escorregamentos e erosões também possibilitou evitar o aumento do processo de assoreamento do reservatório e obter subsídios para a avaliação da integridade das estruturas das edificações e das obras da barragem.

O Programa teve por objetivo complementar a reabilitação da faixa de proteção do reservatório, pela utilização do solo, de modo a propiciar, adicionalmente, a valorização cênica do entorno do reservatório.

Os benefícios gerados pela correta execução da Gestão Ambiental e todos seus programas e ações, se refletiram na salvaguarda da qualidade ambiental local, em melhores condições de trabalho dos que estiveram envolvidos diretamente com as obras e na preservação da qualidade de vida das comunidades lindeiras ao empreendimento.

Saiba mais sobre o Município de Bagé.

Conheça outros Cases da Ecossis.

Open chat