Saiba Mais

Os reflexos das mudanças no clima para a economia brasileira

As ações humanas tem causado grandes mudanças no clima do Planeta, além dos danos ambientais essas mudanças afetam os setores da economia, trazendo prejuízos na agricultura, pecuária, geração de energia e, consequentemente, ao Produto Interno Bruto – PIB.

Reduzir a emissão de poluentes na atmosfera, diminuir os impactos à biodiversidade e ao clima e intensificar ações de preservação ambiental para garantir que a economia brasileira prospere nas próximas décadas. Esse é o caminho apontado por pesquisadores da Rede de Especialistas em Conservação da Natureza. Sem essa preocupação estratégica, tudo indica que haverá impacto da produção agropecuária e industrial, com produtos ainda mais caros para a população.

O climatologista Carlos Nobre, doutor pelo Massachusetts Institute of Technology e membro da Rede de Especialistas em Conservação da Natureza, alerta que caso o Acordo de Paris, que visa frear as emissões de gases de efeito estufa no contexto do desenvolvimento sustentável, não seja cumprido, o Brasil deixaria em pouco tempo de ser a potência agrícola que é hoje.

 

mudanças no climaCom a agricultura e a pecuária sofrendo os impactos decorrentes do aquecimento global e as mudanças no clima, o PIB brasileiro também será afetado. O agronegócio representa cerca de 23% do PIB nacional. Será, portanto, um círculo vicioso que afetará toda a sociedade. Como consequência da escassez de produção agrícola, os preços das mercadorias em supermercados e feiras deverão se tornar mais caros para o consumidor final e perda de competitividade nos mercados internacionais.

A alteração climática gerará ainda outros impactos. Um deles, é que terá maior tendência em aumentar o fluxo migratório de pessoas que deixarão o interior para morar em capitais. Afinal, com a produção agrícola em queda, as pessoas buscarão outras fontes de renda.

 

A ainda a possibilidade de escassez de água, que é outro efeito que merece atenção. Além de afetar diretamente a população, a falta de água impacta setores econômicos importantes, como a produção de alimentos e a geração de energia. A agricultura brasileira consome cerca de 2/3 da água produzida no país. E as hidrelétricas dependem das chuvas que abastecem os rios que movem as turbinas.

As consequências são alarmantes e não agridem somente a economia, a saúde é outra área que terá impacto decorrente das mudanças no clima e o  impacto ambiental causados por essas alterações. Quanto mais emissão de poluentes, mais pessoas ficarão doentes, especialmente crianças e idosos.

A mudança climática já é uma realidade.

Para que possamos melhorar ou até mesmo parar isso, é necessário que haja um processo de adaptação. É necessário começar já. Ações como restauração florestal, redução na emissão de poluentes na atmosfera e apostar em fontes de energia renováveis, como a solar e a eólica, podem fazer uma grande diferença num futuro que já não está tão distante.

Saiba mais sobre a Ecossis.

Fonte ecodebate.com

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat