Saiba Mais

projetos ecossis

Você sabe como são feitas as coletas de água?

Diferente do que muitos podem imaginar, não é somente encher uns “potinhos” de água de qualquer maneira. Há uma metodologia específica e uma série de cuidados que devem ser tomados para não influenciar no resultado final da análise.

No Brasil, a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB), em parceria com a Agência Nacional de Águas (ANA) elaboraram um Guia, que se tornou referência nacional em apoio às ações do Programa Nacional de Avaliação de Qualidade das Águas (PNQA). Nele podem ser consultadas metodologias para coletas de água, sedimentos, comunidades aquáticas e efluentes líquidos, assim como todos os materiais necessários para realizar as coletas e a preservação necessária para cada tipo de amostra.

Segundo CETESB (2011), a técnica a ser adotada para a coleta de amostras depende da matriz a ser amostrada (água superficial, em profundidade, subterrânea, tratada, residuária, sedimento, biota aquática, entre outras), do tipo de amostragem (amostra simples, composta ou integrada) e, também, dos ensaios a serem solicitados (ensaios físico-químicos, microbiológicos, biológicos e toxicológicos).

Para coletas de águas superficiais, o equipamento usado é o balde em aço Inox AISI 316L polido, para evitar incrustações nas costuras de solda, e apresentar volume adequado para a finalidade da amostragem (CETESB, 2011).

Todos os equipamentos devem estar devidamente limpos e higienizados antes da coleta e as boas práticas de campo devem ser respeitadas para evitar a contaminação da amostra. Após seguir todos os passos da metodologia, as amostras são acondicionadas em caixas térmicas com gelo e levadas ao laboratório para análise.

E aí, gostou do conteúdo?

Para mais informações sobre coletas e preservação de amostras, acesse nosso acervo bibliográfico e faça o donwload do Guia Nacional de Preservação de Amostras.

Escrito por: NOSCHANG, Anderson A., Engº. Hídrico (Analista Ambiental na Ecossis Soluções Ambientais)

Referência: Guia nacional de coleta e preservação de amostras: água, sedimento, comunidades aquáticas e efluentes líquidos / Companhia Ambiental do Estado de São Paulo; São Paulo: CETESB; Brasília: ANA, 2011.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *