Project Categories: Programas de Monitoramento Ambiental

Eletrosul

Supervisão Ambiental de Obras da LT Palhoça – Blumenau

ECOSSIS-C41-BASE-COMFUNDO_0000s_0003_LOGO-4-ELETROSUL-e1520947850970-4

Ano de inicio: 2016

Status: Finalizado

Tipo de empreendimento: 

Linha de Transmissão

Localização: Gaspar  Estado: SC

Ecossis realizou para a Eletrosul, a supervisão ambiental e execução de programas ambientais das obras relacionadas ao seccionamento da LT 230 kv Palhoça – Blumenau, em Santa Catarina.

A Eletrosul Centrais Elétricas S.A. visando atender as condicionantes da Licença de Instalação (LI) e obtenção da Licença de Operação (LO), realizou a execução de diversos programas ambientais na obra da LT 230 kV Palhoça – Blumenau, para SE Gaspar 2, e instalação de equipamentos na SE Gaspar 2, localizada em Gaspar/SC.

A Linha tem uma tensão de 230 kV com uma extensão aproximada de 2 km.

As atividades  desenvolvidas consistiram na execução da supervisão ambiental do empreendimento, cujo objetivo foi a inspeção e o controle da implantação das medidas de mitigação contidas nos programas ambientais, além da orientação à empresa executora da obra. Aliadas à execução da supervisão ambiental, também foi promovidas as seguintes ações:

  • Acompanhamento da supressão da vegetação, com orientações visando minimizar os impactos decorrentes desta atividade;
  • Condução de palestras e reuniões, dentro do programa de educação ambiental (PEAT) para os funcionários da obra, e para a comunidade atingida (PEA);
  • Afugentamento e resgate da fauna silvestre impactada pelo empreendimento;
  • Gerenciamento da destinação final de resíduos sólidos e líquidos;
  • Suporte para o programa de Comunicação Social.

O Programa de Supervisão ambiental justifica-se pela necessidade de gestão dos potenciais impactos ambientais decorrentes das obras do empreendimento LT 230 kV Palhoça-Blumenau para Gaspar 2 e Ampliação da SE Gaspar.

A Ecossis teve o privilégio de firmar contrato com a Eletrosul e desenvolver estas atividades, minimizando os impactos na região.

Saiba mais sobre a Eletrosul em www.eletrosul.gov.br

Figura_Localizacao

Saiba Mais

Monitoramento Ambiental para a CGTEE

ECOSSIS-C41-BASE-COMFUNDO_0000s_0005_LOGO-6-CGTEE-ELETRO-e1520947605783

Ano de inicio: 2012

Status: Finalizado

Tipo de empreendimento: Termoelétrica

Localização: Candiota  Estado: RS

Serviços Executados

Programas de Monitoramento Ambiental

Desempenhando um papel crucial para a segurança energética do sul do País, a Ecossis executou para a Eletrobrás  – CGTEE, o Monitoramento das Estações Hidrométricas implantadas na Usina Termoelétrica Presidente Médici – Candiota/RS.

A Usina Termoelétrica Presidente Médici – UTPM – Candiota II, do tipo térmica a vapor, está localizada no município de Candiota/RS, distante 400 quilômetros de Porto Alegre. Sua construção aconteceu em duas etapas. A Fase A da Usina, com duas unidades de 63MW cada, foi inaugurada em 1974 quando foi integrada no Sistema Interligado Brasileiro. Seu combustível primário é o carvão mineral. No final de 1986 entrou em operação a Fase B, com duas unidades de 160 MW cada, totalizando 446 MW instalados.

O serviço contemplou Monitorar a Qualidade das Águas Superficiais e Transporte de Sedimentos em três estações Fluviométricas, sendo elas: Arroio Candiota Montante (ACM), Sanga Funda Montante (SFM) e Arroio Candiota Jusante (ACJ), pelo período de 1 (um) ano.
Parâmetros  monitorados:
· Temperatura;
· pH;
· Condutividade;
· Turbidez;
· DBO5;
· Transporte de Sedimentos.
Foram elaborados relatórios referentes a realização de cada amostragem, contendo:
Descrição dos procedimentos técnicos de coleta e preservação das amostras; Data de realização da amostragem; Registro fotográfico; Posição georeferenciada dos locais de coleta, em GPS, juntamente com um mapa mostrando os referidos pontos (no formato JPG); Parâmetros amostrados; Condições meteorológicas do período de amostragem; Descrição dos equipamentos utilizados na amostragem;

Laudos analíticos assinados por profissional habilitado para cada campanha contendo: Identificação da amostra analisada; Metodologias analíticas utilizadas; Modelo do instrumental analítico utilizado; Limite de Detecção do método; Tabela contendo os valores dos parâmetros analisados; Análise comparativa e interpretativa correlacionando os trabalhos realizados anteriormente na área, de forma a obter uma avaliação da evolução da qualidade do monitoramento; Conclusões e Recomendações decorrentes da análise e interpretação dos dados levantados durante todo o período de monitoramento e Determinação experimental da curva de vazão.

Benefícios da UTE Candiota

  • Maior aproveitamento do carvão nacional/gaúcho, com redução de preço, facilitando a alavancagem de novos empreendimentos na região de Candiota
  • Agrega energia firme para atendimento do mercado nacional
  • Impacta positivamente a economia da região (Metade Sul do Rio Grande do Sul) cujo desenvolvimento sócio-econômico por muito tempo manteve-se deprimido
  • Geração média de empregos: na construção: 1.500 empregos diretos e 3.000 empregos indiretos; na operação e manutenção: 250 empregos fixos
  • Operação com combustível nacional garantido, e sem risco cambial.

Para saber mais sobre a unidade da CGTEE de Candiota, acesse: http://cgtee.gov.br/UNIDADES/CANDIOTA

Saiba Mais

Monitoramento das águas subterrâneas para a QGI

ECOSSIS-C41-BASE-COMFUNDO_0000s_0015_LOGO-16-QGI-BRASIL-e1520947914511

Ano de inicio: 2017

Status: Finalizado

Tipo de empreendimento: 

Estaleiro/Marina

Localização: Rio Grande  Estado: RS

Serviços Executados

Programas de Monitoramento Ambiental

Monitoramento das águas subterrâneas para a empresa QGI

A Ecossis realizou o Monitoramento das águas subterrâneas para a QGI, empresa de construção e montagem de plataformas de petróleo, sediada na cidade do Rio Grande-RS, a instalação de 06 poços de monitoramento e a execução de 03 campanhas de coleta de água subterrânea nos 11 poços da empresa, afim de aferir a qualidade das águas subterrâneas, conforme Resolução CONAMA n° 420/2009 e atendimento da condicionante 9.1 da Licença de Operação 3266/2015.

Os serviços realizados compreenderam:

Instalação de 06 poços de monitoramento de águas subterrâneas conforme ABNT NBR 15495-1:2007, incluindo proteção sanitária na parte superior com placa/adesivo de identificação;

Relatório de evidência da rede de monitoramento da qualidade das águas contemplando todos os poços de monitoramento da empresa;

Execução de três campanhas amostrais nos 11 poços de monitoramento (05 existentes e 06 novos instalados) e encaminhamento para análise em laboratório credenciado pelo órgão ambiental;

Campanha de amostragem nos 11 poços com frequência trimestral, totalizando três campanhas.

Para cada campanha será coletada uma amostra de água subterrânea em cada poço de monitoramento (11 poços), totalizado 33 amostras para análise dos seguintes parâmetros: Antimônio Total; Arsênio Total; Bário Total; Benzeno; Cádmio Total; Chumbo Total; Cobalto Total; Cobre Total; Cromo Hexavalente; DQO; Etilbenzeno; Ferro Total; Fósforo; Manganês Total; Mercúrio; Molibdênio Total; Níquel Total; Óleos e Graxas Totais; Ortofosfato; pH; Prata Total; Selênio Total; Sulfato; Surfactantes; Temperatura da Amostra; Vanádio Total; Zinco Total; Coliformes Termotolerantes; Nitrogênio Total; Sólidos Suspensos Totais; Tolueno; TPH; Xileno.

Elaboração de três relatórios técnicos de qualidade da água ao término de cada campanha amostral com fornecimento de Anotação de Responsabilidade Técnica (ART).

Saiba Mais
CODEBA

Monitoramento do Porto de Ilhéus para a CODEBA

ECOSSIS-C41-BASE-COMFUNDO_0000s_0026_LOGO-27-CODEBA-e1519843958117

Ano de inicio: 2017

Status: finalizado

Tipo de empreendimento: Porto

Localização: Ilhéus  Estado: BA

Serviços Executados

Resgate da Fauna

A Ecossis realizou para a CODEBA – Companhia Docas do Estado da Bahia, a Campanha Complementar de Monitoramento das comunidades Planctônicas do Porto de Ilhéus – BA.

 A Cia das Docas da Bahia é uma empresa de economia mista, com o objetivo de administrar e explorar a atividade portuária dos portos de Salvador, Aratu, hoje Porto de Aratu-Candeias e Malhado, atualmente Porto de Ilhéus, no estado da Bahia.

Os serviços técnicos contratados referentes a quinta campanha de monitoramento das comunidades planctônicas no Porto de Ilhéus, durante dragagem de manutenção.

O escopo do serviço envolveu a elaboração de Plano de Manejo para emissão da Autorização de Coleta, Captura e Transporte de Material Biológico, fornecido pelo IBAMA.

Na fase de campanha foi realizada coleta de amostragem de zooplâncton, fitoplâncton e de ictioplâncton em oito estações já definidas no programa de monitoramento da dragagem. As estações estão localizadas dentro da área de dragagem, na saída do estuário do Rio Almada, no eixo de enroscamento e em mar aberto.

As amostragens foram realizadas na amplitude de mará de sizígia e em período de maré de enchente e vazante. Foram aferidos os parâmetros físico-químicos e as condições meteoceanográficas relevantes. Para os índices biológicos apresentados no relatório final, foi determinado a abundância, densidade, dominância, equitabilidade, similaridade e diversidade, além de comparações temporais e espaciais.

Para saber mais sobre a Cia das Docas da Bahia, acesse http://www.codeba.com.br

Saiba Mais
Monitoramento da Qualidade da Água para a CEEE

Monitoramento da Qualidade da Água para a CEEE

ECOSSIS-C41-BASE-COMFUNDO_0000s_0007_LOGO-8-CEE-e1520947739927

Ano de inicio: 2017

Status: Ativo

Tipo de empreendimento: UHE

Localização: Porto Alegre Estado: RS

Serviços Executados

Programas de Monitoramento Ambiental

A Ecossis é contratada pela CEEE – Cia. Estadual de Energia Elétrica do RS, para realizar serviços de monitoramento da qualidade das águas superficiais e dos efluentes nos reservatórios de quinze Usinas Hidrelétricas.

O trabalho para a CEEE compreende a coordenação e execução do Programa de Monitoramento da qualidade das águas superficiais por meio de coletas, estas realizadas nas margens dos reservatórios e por meio de embarcação, para as amostras de dentro do reservatório.

O monitoramento da qualidade da água é destinado para avaliar as condições de um corpo hídrico e assim, classificá-lo de acordo com as definições apresentadas na legislação pertinente. Desta maneira, as análises possuem grande importância, objetivando não somente o atendimento à legislação específica para tal uso, mas também para prevenção de implicações que podem ser prejudiciais ao meio ambiente e a saúde humana.

Posteriormente é realizada as análises laboratoriais físico-químicas e biológicas, tanto para fitoplâncton como para zooplâncton.

Estes dados irão compor o relatório que apresentará os índices  de qualidade da água e os índices do estado trófico nos reservatórios das Usinas Hidrelétricas – UHES da CEEE, sendo elas: Passo Real, Gov. Brizola, Itúba, Capigui, Ernestina, Guarita, Santa Rosa, Forquilha, Ijuizinho, Ivaí, Toca, Passo do Inferno, Herval, Canastra e Bugres.

Saiba Mais
governo de pernambuco

PCA para o Porto de Fernando de Noronha

governo de pernambuco

Ano de inicio: 2018

Status: Finalizado

Tipo de empreendimento: Portos

Localização: Fernando de Noronha  Estado: PE

ECOSSIS REALIZOU PROJETO PARA O PORTO DE FERNANDO DE NORONHA

A Ecossis finalizou o Plano de Controle Ambiental (PCA) e o Plano de Monitoramento Ambiental (PMA), que identificaram os possíveis impactos e as condições ambientais da área de entorno do Porto de Santo Antônio, localizado em Fernando de Noronha, Pernambuco.

De acordo com o Gabinete de Projetos Estratégicos do Estado, o objetivo do trabalho foi mitigar os impactos negativos e potencializar os impactos positivos decorrentes da execução do projeto básico de recuperação, requalificação e reforço do Cais de atracação comercial, elementos flutuantes, terminal e rampa de passageiros e passarela de acesso.

Atualmente, o setor do Porto envolve diferentes atividades econômicas, como bares, lanchonetes, restaurantes, transporte de combustíveis, gasolina, óleo diesel e GLP; cargas em geral, tais como alimentos, produtos de limpeza, medicamentos, vestuário, material de construção, entre outros produtos.

A equipe técnica da Ecossis para este projeto foi composta por biólogos, engenheiros ambientais, geólogos e geógrafos, garantindo o cumprimento das normas, legislação e das boas práticas nas atividades necessárias a recuperação e requalificação do empreendimento.

O estudo que teve início no dia 30 de julho de 2018 e foi dividido nas seguintes etapas:

Levantamento de dados secundários;

Reconhecimento de campo;

Caracterização do empreendimento;

Descrição das obras;

Caracterização socioambiental das áreas de influência do empreendimento;

Análise das condições ambientais atuais e tendências evolutivas;

Prognóstico ambiental – Avaliação dos impactos;

Preposição de medidas mitigadoras;

Programa de monitoramento ambiental;

Conclusão sobre a viabilidade do empreendimento.

Como resultado, obteve-se um estudo concluído dentro do prazo e aprovado pelo cliente, com emissão de ART ( Anotação de Responsabilidade Técnica) do corpo técnico da Ecossis e a obtenção de Atestado de conclusão do serviço emitido pelo Estado de Pernambuco.

Saiba Mais
Open chat