Categoria: Dica Ambiental

dica ambiental

Parque Nacional o MELHOR destino para as suas férias!

0

O Parque Nacional tem como objetivo básico a preservação de ecossistemas naturais de grande relevância ecológica e beleza cênica, possibilitando a realização de pesquisas científicas e o desenvolvimento de atividades de educação e interpretação ambiental, de recreação em contato com a natureza e de turismo ecológico. 

Atualmente, o Brasil tem 74 parques nacionais.  

Confira a lista dos parques selecionados pela Ecossis! 

Região Norte

 

Parque Nacional da Amazônia – Pará 

É possível fazer trilhas bem sinalizadas em meio a floresta amazônica e em épocas apropriadas tomar banho de rio em alguns pontos. 

 

 

 

 


 

Parque Nacional Serra do Divisor – Acre

Com inúmeras cachoeiras, montanhas, trilhas e clima agradável, o santuário ecológico está situado no Acre, em Mâncio Lima – município mais ocidental do país – e agrega a maior biodiversidade da Amazônia. Várias espécies endêmicas (oriundas de uma determinada área ou região geográfica), vegetais e animais, são encontradas no local. 

 

 

 


 

Parque Nacional do Monte Roraima – Roraima

O parque inclui parte da Serra de Pacaraima, que separam o Brasil da Venezuela e da Guiana. É nomeado por conta do Monte Roraima, o mais alto das montanhas tepui, com quase 3.000 metros de altitude, sendo um dos mais altos da cadeia Pacaraima.

A montanha tem um topo plano que contém um monumento, o Marco da Triplice Fronteira, onde se encontram as fronteiras da Venezuela, Guiana e Brasil. 

 

 

 

 

 


Parque Nacional do Araguaia – Tocantins

Situado numa faixa de transição que compreende os biomas Floresta Amazônica, Cerrado e Pantanal, o Parque Nacional do Araguaia destaca-se pela diversidade de sua fauna, flora e cobertura vegetal. 

Ao longo dos rios, cerrados e florestas com flora rica em maçarandubas, piaçavas, canjeranas, orquídeas terrestres, ipês e palmeiras típicas. Da flora nativa, ainda, utilizadas especialmente pelos indígenas, diversas espécies para fins culinários, medicinais e ornamentais.

 

 


  Parque Nacional de Anavilhanas – Amazônia

 

O Parque Nacional de Anavilhanas foi criado com o objetivo de preservar o arquipélago fluvial de Anavilhanas bem como suas diversas formações florestais, além de estimular a produção de conhecimento por meio da pesquisa científica e valorizar a conservação do bioma Amazônia com base em ações de educação ambiental e turismo sustentável. O foco é harmonizar as relações entre as comunidades do entorno e a Unidade com ações de bases sustentáveis. 

 

 


Região Nordeste 


Parque Nacional das Chapadas da Mesas – Maranhão 

Criado em 2005, o Parque Nacional da Chapada das Mesas é um dos mais novos parques nacionais do Brasil. Florestas de buritizais, sertões, relevo de chapadas vermelhas, compõem um estonteante conjunto de curiosas formações rochosas, cânions, cavernas e cachoeiras. São inúmeras as surpresas e aventuras que uma visita a esse parque pode revelar. 

    

 

 


 

Parque Nacional da Chapada da Diamantina – Bahia

 

Esse paraíso é guardião de muitas riquezas naturais, ocupando cerca de 152 mil hectares, um dos maiores parques de preservação do país fora da região Amazônica. 

 

 

 

 

 



Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha – Pernambuco

Praias, piscinas naturais e trilhas ecológicas. O Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha possui diversas praias com suas águas verde-esmeralda esperando pelo público, dentre estas, estão duas eleitas como as mais bonitas do Brasil: a Praia do Sancho e a Praia do Leão. 

 

 

 


Pq. Nacional de Jericoacoara – Ceará

Parna tem como objetivo proteger amostras dos ecossistemas costeiros, assegurar a preservação de seus recursos naturais e proporcionar pesquisa científica, educação ambiental e turismo ecológico. 

A Unidade de Conservação possui um grande potencial turístico. A Pedra Furada, formação rochosa considerado ícone de Jericoacoara e uma das principais paisagens do Parque Nacional, é visitada por um grande número de turistas. 

 

 

 


Região Centro-Oeste 

Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros – Goiás 

Criado em 1961, o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros está localizado no Estado de Goiás, entre os Municípios de Alto Paraíso de Goiás, Cavalcante, Teresina de Goiás, Nova Roma e São João d’Aliança. Protegendo uma área de 240.611ha de cerrado de altitude, abriga espécies e formações vegetais únicas, centenas de nascentes e cursos d’água, rochas com mais de um bilhão de anos, além de paisagens de rara beleza, com feições que se alteram ao longo do ano. O Parque também preserva áreas de antigos garimpos, como parte da história local. Foi declarado Patrimônio Natural da Humanidade pela UNESCO, em 2001. 

 

 


Região Sudeste 

 

Parque Nacional das Cavernas do Peruaçu – Minas Gerais

Situado em uma área de transição entre o Cerrado e a Caatinga, o Parque Nacional Cavernas do Peruaçu possui uma beleza exuberante com cavernas colossais, paredões arruinados, dolinas colapsadas, pontes naturais, nascentes e a unicidade de centenas de pinturas rupestres com mais de 12 mil anos, que juntamente com uma rica flora e fauna transformam a região em um paraíso natural. 

 

 

 


Parque Nacional da Serra dos Órgãos – Rio de Janeiro 

Criado em 30 de novembro de 1939, o PARNASO é o terceiro parque mais antigo do país, representando um importante marco na história das Unidades de Conservação Brasileiras.

É um dos melhores locais do país para a prática de esportes de montanha, como escalada, caminhada, rapel e outros; além de ter fantásticas cachoeiras. O Parque tem a maior rede de trilhas do Brasil. São mais de 200 quilômetros de trilhas em todos os níveis de dificuldade: desde a trilha suspensa, acessível até a cadeirantes, até a pesada Travessia Petrópolis-Teresópolis, com 30 Km de subidas e descidas pela parte alta das montanhas. 

 


Parque Nacional do Caparaó – Espírito Santo

Localizado na Serra do Caparaó, na divisa dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo, o Parque Nacional do Caparaó é um dos destinos mais procurados pelos adeptos do montanhismo no Brasil. Abriga o terceiro ponto mais alto do País, o Pico da Bandeira, com 2.892 metros de altitude. 

Além das trilhas, os visitantes podem se deliciar com banhos em cachoeira e piscinas naturais, observar deslumbrantes visuais da Serra do Caparaó e região, com belos espetáculos no alvorecer e no pôr do sol. 

 

 


Região Sul 


Parque Nacional da Serra do Itajaí – Santa Catarina 

A Unidade de Conservação federal insere-se em uma das mais belas regiões de Santa Catarina. O chamado Vale Europeu é conhecido por suas festas típicas alemãs e italianas. 

São também muito importantes outros tipos de turismo: aventura (rafting, rapel, cascading, trekking, cicloturismo, vôo livre, visitação de cavernas, cavalgada), turismo religioso, rural e cultural, além de uma importante atividade relacionada à gastronomia (incluindo as famosas cervejarias artesanais) e ao chamado turismo de negócios (eventos empresariais). 

 

 

 

No Brasil, além dos parques citados, existem ainda mais 60 destinos cheios de riquezas naturais para serem apreciadas, conheça nosso patrimônio natural. 

 

Saiba mais sobre a Ecossis.

Fonte: ekosbrasil.org

Saiba Mais
dica ambiental

Conheça a Maior Caverna do Mundo

0

Gruta Casa de Pedra ou Caverna Casa de Pedra, conhecida como a maior caverna do mundo, é uma gruta situada no Parque Estadual Turístico do Alto RibeiraSão Paulo, entre os municípios de Apiaí e Iporanga. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A caverna Gruta da Casa de Pedra possui um portal de cerca de 216 metros de altura e é considerada a caverna com o maior pórtico do mundo (Guinness Book). 

Denominada de Gruta da Casa de Pedra, ela leva esse nome devido o enorme portal de entrada, com rocha calcária, que lembra uma grande casa na montanha, segundo visitantes. A caverna é localizada no Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira (PETAR) – O Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira se localiza no sul do estado de São Paulo, entre os municípios de Apiaí e Iporanga. 

O parque possui mais de 350 cavernas, dezenas de cachoeiras, trilhas, comunidades tradicionais e quilombolas, sítios arqueológicos, paleontológicos e preserva a maior porção de Mata Atlântica do Brasil. 

O parque possui uma guarita, mas não são cobrados ingresso para acessar a trilha, o caminho da entrada do parque até a caverna é de aproximadamente 3 km em estrada estreita e praticamente plana. 

Endereço do Parque:  Rodovia SP-165, Km 156 s/n Zona Rural, SP, 18330-000

Dias e Horários de Funcionamento: De terça-feira a domingo das 08 às 17h.

Ingresso: R$ 13,00 por pessoa.

*Crianças até 12 anos, adultos com mais de 60 e pessoas com deficiência não pagam ingresso.

Conheça a Ecossis.

Fonte: petar.com.br

Saiba Mais
dica ambiental

Conheça 6 formas de ter Abelhas polinizando seu jardim

0

 

As abelhas são as melhores amigas para sua horta ou jardim, ter abelhas por perto é extremamente benéfico para a agriculturaelas são responsáveis pela polinização de plantas e, com isso, podem aumentar a produtividade, melhorar a formação de frutos e deixar os jardins mais floridos. 

De forma direta ou indireta, mais de 70% da alimentação humana dependem diretamente da polinização e, logo, das abelhinhas. 

 

Veja agora as dicas mais fáceis de trazer as abelhas para perto da sua horta ou jardim: 

1. Flores coloridas e plantas aromáticas – As abelhas são atraídas pelas flores e plantas aromáticas, especialmente as pequenas, de cores mais claras, ter opções coloridas atraem abelhas, além de deixar o jardim bem mais bonito. As favoritas delas são manjericãofunchomalvamanjeronaoréganoalecrimdente de leãotomilhohortelãmargaridasgirassóis, entre outras; 

2. Plantas Apícolas – Invista em espécies que atraem as abelhas. Malícia, sapateira e urucu são alguns exemplos. 

3. Plantas Nativas – Complemente o seu jardim com plantas nativas, pois as abelhas se sentem atraídas pelas espécies entre as quais sempre viveu cercada. 

4. Água e Abrigo – As abelhas preferem árvores de pequeno porte, como as da família  Myrtaceaegoiabeira, jabuticabeira, pitangueira. Já as árvores de porte grande são preferíveis as de abacate e lichia, por exemplo. Palmeiras em geral também são bem atrativas para as polinizadoras, o que é uma vantagem para os que gostam de jardinagem; 

5. Gentileza gera gentileza – Se você respeitar o espaço das abelhas, mesmo as com ferrão, espécie bem comum no Brasil, não trarão problemas. Se algum morador da casa ou apartamento for alérgico, há diversas espécies sem ferrão que são gentis e procuram os jardins apenas para água e alimento. 

6. Não use fumo na horta – as abelhas fogem de produtos à base de neonicotinóides, ou seja, com fumo na composição. Elas podem morrer ou deixar o espaço por causa desse químico. 

Pronto!
Agora você já possui todas as dicas para ter uma horta/jardim bem polinizado, não esqueça de compartilhar essas dicas nas suas redes sociais, com seus amigos, vizinhos e familiares.  

Saiba mais sobre a Ecossis.

Fonte: revistagloborural

Saiba Mais
dica ambiental

Arborista francês troca agrotóxicos por galinhas

0

Agrotóxicos são substâncias químicas sintéticas utilizadas para matar pragas, insetos, bactérias, fungos e outras plantas.

Os agrotóxicos nada mais são que venenos aplicados em plantações para matar organismos prejudiciais as mesmas, mas os agrotóxicos também são prejudiciais aos seres humanos e podem causar diversas doenças, como, câncer, paralisia, problemas neurológicos, dificuldades respiratórias, irritações na pele, alergias, aborto e má formação do feto, entre outras. Por isso, o uso de agrotóxicos em plantações já é visto com ressalvas em quase todo o mundo.

Para buscar uma alternativa saudável e sustentável, o arborista francês chamado Christophe Bitault, resolveu instalar galinhas pretas em seu pomar para preservar suas árvores frutíferas, ao invés de utilizar agrotóxicos químicos.

Após vários testes, Bitault se surpreendeu com os resultados. Ele descobriu que as galinhas negras locais de Janzé devoraram as pragas: “Fizemos um primeiro teste colocando 80 galinhas em 3 hectares, deixando as outras parcelas sem nenhum tratamento”, diz o produtor agrícola.

No primeiro ano, ele descobriu que 80% dos insetos, pequenos insetos que atacam as árvores frutíferas haviam desaparecido das terras onde as galinhas estavam instaladas.

Além disso, criar essas galinhas tem outras vantagens, como elas comem insetos quase não há gastos com alimentação e elas ainda garantem ovos para a família.

 

Saiba mais sobre a Ecossis.

Fonte: contioutra.com

Saiba Mais
dica ambiental

Já ouviu falar de madeira plástica?

0

A madeira plástica é um produto que possuí todas as características da madeira, tirando o fato de que para fazer a madeira plástica nenhuma árvore precisa ser derrubada.

A técnica de reciclagem utilizada na fabricação desta madeira retira do meio ambiente garrafas pet e papelão, e dá a eles um destino sustentável: transforma em um novo produto, bem parecido com a madeira.

É uma invenção bastante utilizada nos países da América do Norte, na Europa, no Japão. E é bastante interessante porque você está reciclando o plástico do pós-consumo e você também pode utilizar resíduos do processamento de madeira, a farinha de madeira.

Mas a madeira plástica brasileira é diferente, a nossa é 100% plástico. Ela leva componentes SUV anti-chama e é pigmentada. O processo do Brasil é considerado o mais sustentável do planeta. O resíduo que é utilizado é o plástico industrial, o rejeito da indústria que vai direto pra fábrica, garantindo assim que estes resíduos não acabem em algum aterro sanitário.

Vantagens da Madeira Plástica

  • Não atrai cupins nem fungos
  • Não retém umidade
  • Duradoura
  • Pode ser utilizada em para substituir a madeira natural na hora de fazer pergolados, bancos, lixeiras, decks, portas, portões e fachadas.
  • E a melhor vantagem é que não provoca NENHUM dano ao meio ambiente.

A madeira plástica é mais cara que a comum, mas também dura mais, além de que a sua manutenção ser bem mais prática que da madeira natural.

Cuidar do Meio Ambiente é uma obrigação e também um desafio para todos os habitantes do Planeta, faça sua parte, busque por sustentabilidade e viva melhor!

Saiba mais sobre a Ecossis.

Fonte sonoticiaboa.com.br

Saiba Mais
dica ambiental

Conheça Oslo – A Cidade Ecológica

0

A Cidade Ecológica ou como é conhecida a “Capital Verde da Europa”, Oslo, está desenvolvendo iniciativas para implementar o programa de um ano inteiro dedicado ao meio ambiente.

Uma frota de setenta novos ônibus elétricos será introduzida em Oslo até o final do ano, movida por biogás proveniente da reciclagem de restos de comida. Simultaneamente, milhares de novas viagens estão sendo acrescentadas à malha de transporte público já existente, para que a população da cidade use menos automóveis. Em paralelo, repartições públicas estão desativando seus aquecedores a óleo e moradores vêm sendo estimulados a comprar menos e a emprestar mais.

Estas são algumas das iniciativas que fazem parte da proposta que a cidade apresentou à Comissão Europeia para que ganhasse o título de Capital Verde da Europa de 2019.

O selo é concedido anualmente, desde 2010, a cidades da União Europeia como uma forma de reconhecimento de ações sustentáveis das respectivas prefeituras nos cinco anos anteriores. Também serve para estimular a implantação de uma agenda verde local.

Uma das principais iniciativas da prefeitura, para ser reconhecida como uma cidade ecológica, nos últimos anos foi a implantação do “orçamento de carbono”, em 2016. É uma ferramenta para administrar as emissões de gás carbônico da mesma forma com que se gerencia o orçamento anual da cidade, Oslo também, está desestimulando o uso de automóveis, ao passo em que investe no transporte público.

A conscientização verde parece estar dando resultados.

Em março, o número de veículos elétricos comercializados no país superou a venda dos movidos a gasolina e a diesel pela primeira vez na história. Mas há também ações que não são medidas numericamente e que prometem trazer uma mudança de comportamento nos habitantes da cidade a longo prazo. Bibliotecas municipais têm sediado reuniões para os moradores trocarem objetos diversos que não querem mais, como ferramentas para pequenos consertos e equipamentos para esportes de inverno, a exemplo de esquis, que são passados de uma família para outra. A ideia é evitar o desperdício.

O selo de capital verde foi integralmente bancado pela prefeitura local, que não recebeu nenhum auxílio monetário de Bruxelas.

Saiba mais sobre a Ecossis.

Fonte folha.uol.com.br/mundo

Saiba Mais
dica ambiental

Por que as abelhas estão morrendo tanto e tão rápido?

0

Um novo estudo realizado por biólogos brasileiros sugere que o efeito dos agrotóxicos sobre as abelhas pode ser maior do que se imagina. Mesmo quando usado em doses consideradas não letais, um inseticida encurtou o tempo de vida dos insetos em até 50%, além disso, alguns fungicidas considerados inofensivos as abelhas, estão alterando seu comportamento, tornando as abelhas operárias mais lentas – fato que pode comprometer o funcionamento de toda a colônia.

É um fato conhecido que diversas espécies de abelhas estão desaparecendo em todo o mundo. Na Europa e nos Estados Unidos, o fenômeno tem sido observado desde o ano 2000. No Brasil, desde pelo menos 2005.

No Rio Grande do Sul, entre dezembro de 2018 e janeiro de 2019, foi registrada a perda de aproximadamente 5 mil colmeias – algo equivalente a 400 milhões de abelhas.

E não estão desaparecendo apenas os indivíduos da espécie Apis mellifera, abelha de origem europeia e principal responsável pela produção comercial de mel. Nas matas brasileiras, há centenas de espécies selvagens possivelmente afetadas. O impacto econômico previsto é imenso, pois grande parte da agricultura depende do trabalho de polinização realizado por esses insetos. É o caso, por exemplo, de todas as frutas comestíveis.

A causa do sumiço repentino em massa também já é conhecida: a aplicação indevida e indiscriminada de defensivos agrícolas. Compostos químicos como inseticidas, fungicidas, herbicidas e acaricidas contaminam as abelhas que saem da colônia em busca de pólen e acabam atingindo toda a colmeia. Uma vez dentro da colônia, tais compostos são ingeridos pelas larvas, comprometendo sua longevidade e o funcionamento da colônia como um todo.

Projeto Colméia Viva

No Projeto Colmeia Viva, entre os anos de 2014 e 2017, foi realizado um estudo para identificar, dentre os 44 ingredientes ativos mais usados na agricultura paulista, quais poderiam estar relacionados à mortalidade das abelhas. A equipe do projeto coletou material em 40 municípios paulistas.

 

 

Trabalhando com os apicultores, os agricultores e a indústria de defensivos, os pesquisadores recomendaram uma série de ações para proteger apiários, como a observação de margens de mínima segurança na aplicação de agrotóxicos e de boas práticas agrícolas.

 

Resultados da pesquisa foram publicados na revista Scientific Reports, do grupo Nature.

Sabia mais sobre a Ecossis.

Fonte economia.estadao.com.br

Saiba Mais
dica ambiental

Árvore Tropical mais alta do mundo é encontrada (e escalada!)

0

Às árvores tropicais da espécie meranti-amarelo (Shorea faguetiana) são as maiores já encontradas no Mundo. A altura recorde de uma árvore passou de 88 metros para 94,1 metros de altura no ano de 2016, quando um bosque inteiro de árvores da espécie meranti-amarelo com mais de 90 metros foi encontrado na Ilha de Bornéu. 

Esse recorde foi superado nas últimas semanas pela equipe liderada pelas Universidades de Nottingham e Oxford em um trabalho em parceria com a South East Asia Rainforest Research Partnership, que anunciou a descoberta de uma árvore gigante de 100,8 metros em desenvolvimento nas florestas de Sabá, estado malaio da Ilha de Bornéu. 

Essa foi a primeira vez que uma árvore tropical de 100 metros de altura foi documentada em todo o mundo (e a mais alta angiosperma conhecida do planeta). Se posicionada horizontalmente no solo, a árvore ultrapassaria o tamanho de um campo de futebol. A equipe chamou a árvore de “Menara”, que significa torre, em malaio. Seu peso foi estimado em 81,5 toneladas, que está acima do peso máximo de decolagem de um Boeing 737-800, excluindo-se as raízes. 

arvore mais alta do mundo

Essas árvores excepcionalmente altas foram visualizadas por meio de uma varredura a laser na floresta, realizada a partir de um avião em 2018. Imagens tridimensionais da cobertura florestal são montadas e as gigantes árvores lentamente aparecem na imagem. Contudo, quando a varredura a laser revela uma árvore excepcionalmente alta, a confirmação de sua altura real é obtida por meios nada tecnológicos; para medi-la é preciso que uma pessoa escale a árvore levando uma fita métrica. 

O trabalho de escalar as árvores mais altas dos trópicos com uma fita métrica ficou por conta de Unding Jami, arborista e assistente de pesquisa da South East Asia Rainforest Research PartnershipEm 6 de janeiro de 2019, Unding Jami escalou aquela que eventualmente seria anunciada como a árvore mais alta dos trópicos e provavelmente a árvore mais alta viva do mundo. 

 

Fonte: nationalgeographicbrasil.com

Saiba Mais
dica ambiental

Tênis feito com plástico retirado dos oceanos rende milhões

0

Produzir sapatos feitos de plástico retirado dos oceanos é a nova aposta de sucesso da marca Adidas, que transformou milhões de garrafas plásticas descartadas indevidamente em tênis de corrida de alto desempenho.

Com 11 garrafas recicladas, é possível produzir um par de tênis de corrida pra lá de futuristas, incluindo na confecção da peça o revestimento dos calcanhares, das capas dos forros das meias e o design externo.

Conheça o Eco-tênis UltraBoost

A Adidas está, desde 2015, pensando em como tornar seus produtos mais sustentáveis e já se comprometeu a parar de usar sacolas plásticas em suas 2.900 lojas de varejo espalhadas pelo mundo, com o objetivo de economizar 70 milhões de sacolas plásticas por ano, trocando-as por sacolas de papel em sua rede de filiais.

Apesar dos tênis terem um preço de até US$ 220 (R$ 850) por par, o feedback dos consumidores tem sido bastante positivo, valorizando seu design leve, moderno e durável.

A marca também conseguiu se conectar de forma bem-sucedida com os consumidores, mostrando que eles estão preocupados com o crescente aumento da quantidade de plástico nos oceanos; e que estes estão dispostos a pagar um pouco mais caro para comprar produtos personalizados e eco-friendly.

Além da linha de calçados, a empresa também produz camisetas de material reciclado, como as utilizadas pelos jogadores da Liga dos Campeões, para clubes como o Bayern de Munique, da Alemanha.

Essa maneira inovadora de reutilizar o plástico pode não parar apenas nos eco-tênis, pois o material pode ser triturado e transformado em fibras que podem ser tecidas em uma infinidade de produtos diferentes, como móveis e decks.

A Adidas planeja produzir todos os seus produtos com plástico reciclado até 2020 – uma excelente iniciativa para ajudar o ecossistema. Esperamos que mais empresas sigam essa cartilha!

Saiba mais sobre a Ecossis.

(fonte: razoesparaacreditar.com)

Saiba Mais
dica ambiental

Passarinho, que som é esse?

0

 

O Brasil possui a segunda maior população de espécies de pássaros no mundo; quantas delas você é capaz de identificar pelo seu canto?

A diversidade é imensa, são mais de 1,9 mil dentre as mais de 10,4 mil identificadas no mundo todo.  Seja no campo, na mata, praia ou no meio da cidade, as mais variadas espécies de aves estão por aí, interagindo com o ambiente ao seu redor por meio do som. Seu canto, seja uma comunicação de perigo ou afeto, é único para cada espécie.

 

 

 

Observá-las e ouvi-las é a profissão – no caso dos ornitólogos – e a diversão de muitos envolvidos com o chamado “birdwatching” (observação de aves). A prática movimenta o setor de turismo em diversos países, como o Brasil.

As atividades de “birdwatching” auxiliam no incentivo a preservação dessa diversidade, que apesar de sua imensidão, possui muitas de suas aves ameaçadas – o Brasil é o país com o maior número de espécies ameaçadas, segundo a IUCN (União Internacional para a Preservação da Natureza).

 

Quer testar seus conhecimentos sobre aves?

Munido de algumas dicas sobre a ave, tente adivinhar a espécie pelo seu canto.

FAÇA O TESTE.

 

(fonte: nexojornal.com)

Saiba Mais