Autor: Tamiris Carvalho

RESPONSABILIDADE-SOCIOAMBIENTAL

Mutirão de limpeza trás tartarugas de volta a praia

maior mutirão de limpeza de praias do mundo foi organizado pelo advogado Afroz ShahDurante 85 semanas, ele foi responsável por remover 5 milhões de quilos de plástico da praia de Versovacom a ajuda de diversos voluntários. 

Entre os animais mais ameaçados por essa poluição estão as tartarugas, muitas vezes pescadas por engano em redes buscando por camarões ou prejudicadas devido à grande quantidade de plástico nos mares. Se a vida não estava fácil para estes animais, a ação de um ambientalista está mudando esse cenário e trouxe de volta as tartarugas à praia de Versova, em Mumbai (Índia). 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Em pouco mais de um ano, a costa da praia que parecia um verdadeiro lixão a céu aberto se transformou em uma bela praia. A mudança não foi sentida apenas pelos humanos: após 20 anos, tartarugas voltaram ao local para fazer seus ninhos. 

A praia ficou praticamente irreconhecível após a limpeza, e segundo ambientalistas locais pelo menos 80 filhotes de tartarugas foram vistos a caminho do mar em Versova. Um grupo de voluntários, incluindo o próprio Afroz, protegeu a ninhada para que elas não fossem vítimas de outros animais durante esse percurso. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Os impactos que um mutirão de limpeza pode ter em um ambiente natural são inúmeros. Para auxiliar pessoas que também queiram realizar um mutirão de limpeza de praias, a ONU Meio Ambiente lançou uma cartilha com instruções. 

Clique para fazer o download.

 

Fonte: hypeness.com.br 

Saiba Mais
RESPONSABILIDADE-SOCIOAMBIENTAL

Instituto Ecossis realiza Ação de Natal Solidário

O Instituto Ecossis realizou em dezembro de 2019 a Ação Natal Solidário, entregando Kits de perfumaria e Higiene para todos os residentes do Lar da Amizade, localizado em Porto Alegre/RS.

A Associação Lar da Amizade foi fundada em 1983 e é uma organização não governamental que tem como missão proporcionar abrigo as pessoas portadoras de deficiência visual, idosos carentes e pessoas com leves comprometimentos, possibilitando assim, lhes dar uma vida mais saudável e feliz.
O Instituto Ecossis, como forma de demonstrar seu apoio, vem a diversos anos realizando esta ação de Natal junto ao Lar da Amizade.
Nosso agradecimento especial a Sra. Beatriz Duval Leite, sempre parceira do Instituto Ecossis nas ações sociais, por nos apresentar esta linda Instituição. Abaixo registros da entrega realizada pela Diretora de Relações Institucionais do Instituto Ecossis, Caroline Nascimento, acompanhada da Sra. Beatriz Leite.


O Instituto Ecossis

O Instituto Ecossis é uma instituição sem fins lucrativos criada com a missão de organizar, planejar e desenvolver as ações de Responsabilidade Socioambiental –  RSE da empresa Ecossis Soluções Ambientais, as quais são relacionados aos temas de Meio Ambiente, Cultura e Esportes, Cidadania e Colaboradores.

Saiba mais…

Saiba Mais
RESPONSABILIDADE-SOCIOAMBIENTAL

Planaveg – Programa brasileiro de restauração de florestas

 

Planaveg – Plano Nacional de Recuperação da Vegetação Nativa, surgiu da necessidade de ampliar e fortalecer as políticas públicas, incentivos financeiros, mercados, boas práticas agropecuárias e outras medidas necessárias para a recuperação da vegetação nativa brasileira. 

 

A restauração da vegetação nativa é de grande importância ambiental, social e econômica para o país. Ela irá contribuir para a recuperação da biodiversidade e do solo, geração e manutenção de recursos hídricos e redução e absorção de emissões de carbono. Economicamente, a prática promove a geração de emprego e renda não apenas no trabalho de recuperação, mas também a partir do uso e comercialização de produtos florestais e não florestais. 

A construção do Planaveg permitiu que fossem identificadas barreiras existentes para a recuperação da vegetação nativa, assim como o levantamento de práticas de sucesso no Brasil e no mundo. A versão preliminar do Planaveg foi apresentada em mais de 20 eventos nacionais e internacionais relacionados ao tema, e passou por um processo de consulta pública. 

Conheça agora as principais Iniciativas Estratégicas do Planaveg 

1) sensibilização da sociedade a respeito dos benefícios da recuperação; 

2) aumento da quantidade e da qualidade de sementes e mudas nativas; 

3) fomento a mercados relativos a produtos e serviços gerados de áreas em processo de recuperação; 

4) alinhamento e integração de políticas públicas; 

5) desenvolvimento de mecanismos financeiros de apoio às iniciativas de recuperação; 

6) expansão de assistência técnica e extensão rural; 

7) planejamento e monitoramento espacial; 

8) pesquisa, desenvolvimento e inovação. 

A implementação do Planaveg tem o potencial de criar oportunidades de negócios através da restauração e do reflorestamento. As estratégias do programa são baseadas em três eixos – motivar, facilitar e implementar – e busca suprir as lacunas e obstáculos que o Brasil encontra para recuperar sua vegetação nativa e viabilizar a restauração em larga escala. A proposta, se trabalhada em conjunto com outras políticas públicas já existentes, tem a capacidade de promover uma economia inclusiva, robusta e sustentável ao mesmo tempo em que se protege a biodiversidade. 

 

Fonte: wribrasil.org 

Saiba Mais
dica ambiental

Saiba como a natureza pode ajudar pessoas com depressão

Pesquisadores australianos realizaram um estudo com mais de 1500 pessoas diagnosticadas com depressão e doenças cardíacas, para comprovar os benefícios terapêuticos do contato com a natureza. 

Ao comparar uma série de hábitos e informações dos pacientes e submetê-los a uma rotina de passar 5 a 10 min por dia em contato com a natureza, os cientistas concluíram que um simples passeio no parque já pode proporcionar muitos benefícios. Segundo eles, bastam 30 minutos semanais de contato com a natureza para que os casos de depressão sejam reduzidos em 7% e a incidência de pressão alta em 9%. 

De acordo com os pesquisadores, este contato, mesmo que simples e por um curto período de tempo, é capaz de reduzir os riscos de desenvolvimento de doenças cardíacas, estresse, depressão, ansiedade e muitas outras enfermidades psicológicas, nervosas e/ou ligadas ao sedentarismo. 

O ideal é que as pessoas tenham desde a infância o hábito de estar em ambientes que possam promover o contato com a natureza. Levar crianças a parques, reservas ambientais, fazer caminhadas ao menos uma vez na semana já causará um impacto relevante quando forem adultos. 

 

Fonte: blog.thenorthface 

Saiba Mais
projetos ecossis

Ecossis da continuidade ao Programa de Educação Ambiental da UHE Tucurui

O Programa de Educação Ambiental da UHE Tucurui, para a Eletronorte, inicialmente teve duração de 12 meses, e encerrou-se no mês de dezembro de 2019. Com o bom resultado das ações desenvolvidas, o contrato com a Ecossis foi renovado por mais um ano e as atividades continuaram no mês de janeiro de 2020. 

O objetivo do Programa é a integração entre o desenvolvimento e a preservação, e assim, minimizar os impactos causados pela usina hidrelétrica, e trazer melhoria nas condições de vida das comunidades próximas a UHE Tucuruí. 

Durante o mês de janeiro Ecossis realizou 15 reuniões em 12 diferentes municípios, percorrendo, mas de 900 Km pelo estado do Pará. Os municípios pelos quais nossa equipe esteve realizando a visita e se reunido com a comunidade e seus representantes foram: Igarapé Mirim, Baião, Mocajuba, Limoeiro do Ajuru, Cametá, Nova Ipixuna, Jacundá, Itupiranga, Gianésia do Pará, Breu Branco, Novo Repartimento e Tucuruí. 

O sociólogo Ivan Massafret, coordenador responsável pelo projeto, esteve presente em todas as reuniões, representando a Ecossis e apresentando o plano de ações e atividades que serão desenvolvidas com as comunidades durante a execução do Programa. A última reunião de apresentação foi realizada dia 31 de janeiro com os representantes da Eletronorte.

Saiba Mais
RESPONSABILIDADE-SOCIOAMBIENTAL

Conheça a Sacola Cactus

Pesquisadora Mexicana cria plástico biodegradável feito de cacto (sacola cactus) para substituir sacolas plásticas. 

Nopal-cactus

 

nopal, espécie de cacto cuja abundância e múltiplos usos tradicionais o consagraram como emblema nacional do México, ganhou mais uma funcionalidade: ser a matéria-prima de um plástico biodegradável que ajuda a reduzir a poluição e preservar o meio ambiente. 

A pesquisadora mexicana Sandra Pascoe desenvolveu este novo material feito a partir do suco da planta, com o qual objetos como embalagens descartáveis não poluentes podem ser feitas. 

Sandra geralmente adquire nopales para seus estudos em San Esteban, uma pequena cidade nos arredores de Guadalajara cercada por colinas com jardins de cactos, em que a maioria dos seus 37.000 habitantes são dedicados ao cultivo desta planta, presente no escudo nacional do país. 

 

 

Plástico feito com Nopal.

 

“O que fazemos é tentar nos concentrar em objetos que não têm vida útil longa. Estamos pensando em algum tipo de descartável e nas embalagens de uso único “, informou a pesquisadora.

O uso excessivo de plásticos, que demoram décadas para se degradar, fez com que várias entidades no México tomassem medidas nesse sentido. 

Em setembro de 2018, o Congresso de Jalisco (estado mexicano) aprovou uma lei que proíbe as empresas de usarem sacolas plásticas de uso único que não sejam biodegradáveis, bem como outros produtos como canudos ou itens descartáveis. A lei começará a ser aplicada em janeiro de 2020. 

 

 

O uso de plástico, mesmo que biodegradável, alimenta uma economia linear, na qual a matéria-prima é descartada ao invés de voltar para cadeia produtiva. Os insumos são finitos. Portanto, sem o estímulo de uma produção circular, na qual há reaproveito de matéria, não é possível resolver totalmente a problemática do plástico. O descarte continua sendo uma forma de desperdício. 

Ela reconhece que, apesar de ser um material ecologicamente correto, não é uma solução integral para deixarmos de poluir com matérias não recicláveis. A produção não seria tão rápida ou viável para que todos os plásticos possam ser substituídos. 

 

Fonte: oglobo.com 

Saiba Mais
RESPONSABILIDADE-SOCIOAMBIENTAL

Cancún terá 1ª Cidade Eco Inteligente do Mundo

A futura Smart Forest City é inspirada nas enigmáticas cidades-floresta das civilizações maia e será a primeira autossuficiente e sustentável do planeta. Uma mini Vale do Silício latinoamericana. “A proposta é criar um polo dedicado à inovação que irá abrigar instituições acadêmicas, centros de pesquisa e empresas preocupadas com os temas ligados à sustentabilidade”, explica o arquiteto Stefano Boeri. As obras já começaram e acontecem em colaboração com o escritório alemão Transsolar Lima Engineering, responsável por implementar sistemas de eficiência energética.

 

Como funcionará a cidade inteligente 

Inteligente, futurística e ecológica, a cidade green foi pensada para acolher seus residentes de maneira planejada. O acesso ao centro só será consentido por meio de carros elétricos, barcos e lanchas. Trens e veículos a combustão poderão chegar somente até a entrada da metrópole.  Painéis solares serão instalados ao redor de todo o perímetro da cidade/floresta horizontal. Uma torre de dessalinização irá fornecer água tratada vinda do mar por meio de um sistema de canais usados para circulação e irrigação no cinturão externo de plantações agrícolas.

 


Os 120 mil moradores poderão usufruir das mais avançadas tecnologias. E tudo será sustentável e “smart”. Todo o lixo produzido será recuperado e reciclado e cada habitante terá a sua disposição 40 metros de superfície verde. O projeto urbanístico foi concebido de acordo com princípios de infraestrutura energética, mobilidade e integração de espaços verdes que estarão por toda parte, inclusive nos tetos das casas, nos muros e até nas ruas. Até mesmo a distribuição de edifícios e lojas de comércio seguirão um planejamento igualitário.


 

 

 


A tecnologia é uma ferramenta fundamental no estilo de vida sustentável e na administração da cidade inteligente. Sensores instalados internamente nos edifícios e casas irão coletar dados e fornecer informações relevantes armazenados em um data-base. “Tais dados serão usados para melhorar e incrementar o abastecimento e economia de energia. Por exemplo, o morador poderá saber previamente os melhores horários para usar seus eletrodomésticos e assim reduzir o uso energético. Isso significa, pagar menos pelo fornecimento”, observa Stefano Boeri que revela a criação de um parque ornitológico para receber os turistas que passam por Cancún.


 

 

Fonte: gazetadopovo 

Saiba Mais

CODERN

Setores: Órgãos Públicos

Companhia Docas do Rio Grande do Norte – CODERN é uma empresa pública, vinculada ao Ministério da Infraestrutura. Sua Sede se localiza na cidade de Natal/RN.

A CODERN tem por objeto exercer as funções de autoridade portuária no âmbito de seus portos organizados no estado do Rio Grande do Norte – Porto de Natal e Porto de Areia Branca (Terminal Salineiro de Areia Branca) e, por força de delegação do Governo Federal, o Porto de Maceió, do Estado de Alagoas, em consonância com as políticas públicas setoriais formuladas pelo Ministério a qual se vincula.

A Ecossis está elaborando o PLANO DE EMERGÊNCIA INDIVIDUAL – PEI, PARA O PORTO DE NATAL/RN, desde janeiro de 2019.

Principais Cases

Saiba Mais

Cabanha Itaguaçu

Setores: Indústria e Serviços

A Cabanha Itaguaçu está situada no 1º Distrito de Santo Antônio da Patrulha, RS. É uma propriedade de porte médio que se dedica à criação de ovinos da raça Texel PO e SO, desde 1985.

O objetivo principal da Cabanha Itaguaçu é produzir e comercializar reprodutores machos e fêmeas com alta genética, comercialização integrada de reprodutores, de ovelhas e cordeiras para cria, ovelhas de descarte destinadas ao abate, lã e criação racional de cordeiros para abate.

Mais recentemente, a cabanha tem sido utilizada para atividades didáticas como treinamento de técnicos e extensionistas da EMATER, através de reuniões técnicas e dias de campo. Também a FEVALLE promoveu reuniões onde foram apresentadas as características da raça, sua potencialidade como produtora de carne, técnicas de manejo do rebanho, controle sanitário e reprodutivo, assim como a perspectiva de mercado para ovinos de corte.

A Ecossis realizou para a Cabanha Itaguaçu a regularização do Cadastro Ambiental Rural.

Principais Cases

Saiba Mais
oportunidades ecossis

Estágio Engenharia Ambiental [Cód.Vaga 001.20]

Estágio remunerado para estudantes de Engenharia

Apoio em atividades de campo, realizará junto com nossos Eng. Hídricos o monitoramento da qualidade da água; prestará auxilio no planejamento de campo, organização da logística e compilação de dados; apoio na elaboração de relatórios.
Deve estar cursando umas das engenharias descritas a seguir:

  1. Engenharia hídrica;
  2. Engenharia ambiental;
  3. Engenharia Química.
Irá atuar na cidade de São Bernardo do Campo/SP.


A Ecossis Soluções Ambientais é uma empresa que oferece serviços de assessoria e consultoria ambiental para os mais diversos setores da economia no Brasil e exterior. Fornecemos soluções economicamente viáveis, socialmente justas e com base na legislação, para que nossos clientes alcancem o desenvolvimento sustentável.

Contamos com uma equipe técnica e operacional interdisciplinar formada por profissionais como advogados; arqueólogos; biólogos; economistas; engenheiros agrônomos, ambientais, civis, químicos e cartográficos; consultores da área de humanas, geógrafos, geólogos, jornalistas, oceanógrafos e técnicos em meio ambiente.

Somos conhecidos por possuir um excelente clima organizacional, acesso à projetos em diversas regiões do Brasil e janelas de aprendizado bastante gratificante.

Venha fazer parte de nosso time!

Para mais oportunidades ou para acompanhar as novidades, siga-nos em nossas redes sociais, lá as postagens de novas vagas são feitas em primeira mão.

Maiores informações sobre a vaga enviar e-mail para [email protected], colocando no assunto o título da vaga: Estágio Engenharia [001.20], ou contatar via whatsapp no telefone: (51) 99970-5728.

Saiba Mais
Open chat