Project Categories: CHESF

Programa de Educação Ambiental para a LT da CHESF em Penedo

Programa de Educação Ambiental para a LT da CHESF em Penedo

ECOSSIS-C41-BASE_0006_LOGO-7-CHESF-ELETROBRAS

Ano de inicio: 2016

Status: Ativo

Tipo de empreendimento: 

Linha de Transmissão

Localização:   Estado: Alagoas

Serviços Executados

Programa de Educação Ambiental

Ecossis realiza para a LT da CHESF – Companhia Hidro Elétrica de São Francisco, o Programa de Educação Ambiental e Subprograma de Prevenção, Monitoramento e Controle de Queimadas.

O Programa de Educação Ambiental e o Subprograma de Prevenção, Monitoramento e Controle de Queimadas que será implantado na Linha de Transmissão se constitui como um componente estratégico no processo de gestão ambiental da CHESF, construído e executado através de metodologia participativa junto com as comunidades dos municípios que integram o empreendimento, atendendo aos princípios da sua Política Ambiental e incorporando os princípios contidos na Lei 9.795/1999 que estabeleceu a Política Nacional de Educação Ambiental – PNEA e a Instrução Normativa do IBAMA Nº 02/2012.

O empreendimento LT da CHESF 230kV Jardim/Penedo, com extensão aproximada de 110 km, está localizado nos estados de Sergipe e Alagoas. O seu traçado abrange o município de Penedo em Alagoas e os municípios de Nossa Senhora do Socorro, Laranjeiras, Maruim, Divina Pastora, Rosário do Catete, Capela, Japaratuba, Japoatã, Neópolis, Santana do São Francisco e Riachuelo em Sergipe.

O Objetivo do Programa é desenvolver ações de Educação Ambiental com o envolvimento da população local, visando promover um processo de sensibilização e mobilização para sua participação na implantação, monitoramento e avaliação de projetos socioambientais, atuando na transformação do seu espaço de vida, por meio da gestão ambiental sustentável.

A proposta metodológica de construção e implantação do PEA será através de processos participativos que garantam o envolvimento e a representatividade dos diversos grupos sociais, numa interação CHESF – população, no entorno do empreendimento. A metodologia proporcionará o reconhecimento da população como parte do contexto social da região, estimulando o sentimento de pertencimento e de responsabilidade de todos (empresa-sociedade) na construção e manutenção de um ambiente socialmente sustentável, através de ações de sensibilização e mobilização dos grupos sociais.

Saiba Mais
Programa de Educação Ambiental para CHESF na LT de Milagres

Programa de Educação Ambiental para CHESF na LT de Milagres

ECOSSIS-C41-BASE-COMFUNDO_0000s_0006_LOGO-7-CHESF-ELETROBRAS-e1519842462568-3

Ano de inicio: 2015

Status: Finalizado

Tipo de empreendimento: 

Linha de Transmissão

Localização: Milagres  Estado: CE

Serviços Executados

Programa de Educação Ambiental

Ecossis realizou para a CHESF, a Execução do Programa de Educação Ambiental e do Projeto Piloto de Prevenção, Monitoramento e Controle de Queimadas, nos municípios interceptados pela Linha de Transmissão -LT 230 kV Milagres/Coremas C2.

O Programa de Educação Ambiental e o Projeto Piloto de Prevenção, Monitoramento e Controle de Queimadas  implantados na Linha de Transmissão se constituiu como um componente estratégico no processo de gestão ambiental da CHESF – Companhia Hidro Elétrica de São Francisco, construído e executado através de metodologia participativa junto com as comunidades dos municípios que integram o empreendimento, atendendo aos princípios da sua Política Ambiental e incorporando os princípios contidos na Lei 9.795/1999 que estabeleceu a Política Nacional de Educação Ambiental – PNEA e a Instrução Normativa do IBAMA Nº 02/2012.

O empreendimento LT 230 kV Milagres/Coremas C2 (119 km) está localizado nos estados do Ceará e da Paraíba e atravessa os 19 municípios, sendo no Ceará os municípios de Milagres, Mauriti, Barro, Abaiara e na Paraíba os municípios de Monte Horebe, Aguiar, Coremas, São José de Piranhas, Carrapateira, Pombal, Itaporanga, Serra Grande, Cajazeiras, Piancó, São José da Lagoa Tapada, Catingueira, São Somingos, Bonito de Santa Fé e Iguaracy.

O Objetivo geral do Programa foi desenvolver ações de Educação Ambiental com o envolvimento da população local, visando promover um processo de sensibilização e mobilização para sua participação na implantação, monitoramento e avaliação de projetos socioambientais, atuando na transformação do seu espaço de vida, por meio da gestão ambiental sustentável.

Os objetivos específicos iniciaram pelo processo de identificar as comunidades envolvidas na área influência direta da Linha de Transmissão, traçar um perfil dos municípios e das comunidades envolvidas, considerando suas infra-estruturas, equipamentos sociais, formas de associação, lideranças, problemas socioeconômicos, habilidades e práticas culturais, de maneira a orientar as ações educativas para a realidade de cada uma delas.

Posteriormente foi elaborado o diagnóstico socioambiental participativo de cada município conforme o perfil traçado levando em consideração os impactos no meio físico natural e social causados durante a implantação do empreendimento, alinhando as ações do Programa de Educação Ambiental às demais ações originadas das condicionantes do licenciamento ambiental do empreendimento, envolvendo os grupos sociais de maior vulnerabilidade da área de influência direta do empreendimento e trabalhar as questões socioambientais locais.

O Plano de Trabalho considerou as peculiaridades do meio físico/químico, biótico/ecológico, sociológico/cultural e econômico identificados dos municípios envolvidos no Programa.

Educadores locais foram selecionados e capacitados para participar das ações do Programa de Educação Ambiental, elaborando projetos socioambientais de forma participativa com as comunidades, considerando as particularidades locais, desenvolvendo ações de educação ambiental junto aos trabalhadores envolvidos na operação do empreendimento.

O objetivo do Projeto de Controle de Queimadas foi, através de ações de Educação Ambiental específicas, promover a redução das queimadas e desenvolver uma consciência de preservação e sustentabilidade nos seus espaços territoriais.

Com a execução do Programa de Educação Ambiental foi possível a obtenção de diversos resultados, entre eles, criar uma consciência coletiva de respeito e envolvimento nas questões socioambientais, visando à sustentabilidade dos seus espaços, aproximar as comunidades da Área de Influência e os técnicos da CHESF, reduzindo os desligamentos provocados por ações antrópicas, como queima, vandalismo e uso de pipas, dotar este empreendimento de sistemática contínua e estruturada de monitoramento socioambiental, envolvendo a Chesf e representações das comunidades.

Muitos foram os desafios enfrentados durante o desenvolvimento do programa, no entanto, o acolhimento das comunidades fortaleceu para alcançar os objetivos propostos. A participação de cada um, cada um a seu modo, foi responsável pela construção deste Programa.

A continuidade das ações do PEA LT 230 kV Milagres/Coremas C2 deve estar pautada no comprometimento de ações contínuas de todas as etapas do programa, da execução e respeito das decisões acordadas e do envolvimento e participação dos sujeitos da ação, ou seja, é fundamental que o discurso seja transformado em ações.

Saiba Mais
Monitoramento Arqueológico em unidade Fotovoltaica da CHESF

Monitoramento Arqueológico em Unidade Fotovoltaica da CHESF

ECOSSIS-C41-BASE_0006_LOGO-7-CHESF-ELETROBRAS

Ano de inicio: 2016

Status: Ativo

Tipo de empreendimento: 

Linha de Transmissão

Localização:    Estado: PE

Serviços Executados

Educação Patrimonial

Projeto e Execução de Prospecção Arqueológica

Projeto e Execução de Diagnóstico Interventivo

Ecossis realiza para a CHESF – Companhia Hidro Elétrica de São Francisco, a Elaboração e Execução de Programas Arqueológicos da unidade Fotovoltaica Bom Nome e de seu Sistema de Transmissão associado.

Os estudos realizados para a Unidade Fotovoltaica da CHESF cumpriram as especificações técnicas em atendimento ao IPHAN, necessárias para o licenciamento ambiental da Unidade fotovoltaica localizada em Pernambuco, compreendendo a elaboração e execução de Programas de diagnóstico e prospecção arqueológica, Programa de Educação Patrimonial e Programa de Monitoramento Arqueológico.


Saiba o que é a Educação Patrimonial

A Educação Patrimonial é um instrumento de “alfabetização cultural” que possibilita ao indivíduo fazer a leitura do mundo que o rodeia, levando-o a compreensão do universo sociocultural e da trajetória histórico-temporal em que está inserido.


Saiba o que é a Prospecção Arqueológica

A Prospecção Arqueológica consiste em uma fase do licenciamento ambiental, em geral vinculada à fase de Licença de Instalação, ao qual avalia-se o impacto do empreendimento em áreas que possam conter sítios arqueológicos.

Através de estudo em campo, seja em superfície quanto em subsuperfície, verifica-se a existência de sítios arqueológicos e ocorrências, a fim de salvaguardar o patrimônio arqueológico local, propondo as ações preventivas a serem aplicadas posteriormente.

Saiba Mais
chesf

Programa de Monitoramento Arqueológico para CHESF

CHESF

Ano de inicio: 2020

Status: ATIVO

Tipo de empreendimento: Energia

Localização: Rio Grande do Norte

Ecossis está realizando o Programa de Monitoramento Arqueológico da CHESF – Companhia Hidrelétrica do São Francisco, para as obras da LT 230KV Mossoró II-Açu II e Paraiso-Açu II, empreendimento localizado no estado do Rio Grande do Norte. 

Este projeto tem como objetivo acompanhar a implantação do empreendimento e os riscos de modificações paleocultural e ambiental da área de influência direta, evitando assim possíveis perdas definitivas de vestígios de culturas extintas. 

O empreendimento consiste na construção de cerca de 133km de linha de transmissão em 230kv em circuito simples, LT 230KV Mossoró II – Açu II e Paraiso-Açu II contará com 249 estruturas dispostas ao longo da faixa de servidão. 

O monitoramento arqueológico visa garantir a regularidade arqueológica das obras de instalação das Linhas de Transmissão 230kv Mossoró II/ Açu II e Paraiso/Açu, conforme Portaria e Parecer emitidos pelo IPHAN – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. 

O monitoramento se dará através do procedimento de abertura de cavas, afim de detectar vestígios arqueológicos no subsolo e os impactos decorrentes da implantação deste empreendimento sobre o Patrimônio Arqueológico, Histórico e Cultural existente nas Áreas Diretamente Afetadas (ADA).  

As etapas do projeto ocorrerão na seguinte ordem: 

  1. Confecção do Projeto de Acompanhamento Arqueológico; 
  2. Obtenção de Portaria IPHAN; 
  3. Realização da etapa de campo que consiste no monitoramento e acompanhamento, sempre por um ou mais arqueólogos em campo, a fim de garantir a prevenção e salvaguarda do patrimônio arqueológico; 
  4. Confecção do Relatório de Monitoramento/Acompanhamento Arqueológico. 

O projeto foi iniciado em março de 2020, tem um cronograma de obras com previsão de 12 meses e conta com uma equipe experiente de arqueólogos e técnicos de gabinete, que estarão realizando o monitoramento de todo o trecho da linha de transmissão. 

Relatórios Técnicos:

                 

Saiba Mais
Open chat