Project Categories: Plano Ambiental Conservação e uso do entorno de Reservatório – PACUERA

Eletrosul

Pacuera da UHE Passo São João para a Eletrosul

ECOSSIS-C41-BASE-COMFUNDO_0000s_0003_LOGO-4-ELETROSUL-e1520947850970-5

Ano de inicio: 2010

Status: Finalizado

Tipo de empreendimento: UHE

Localização: São Luis Gonzaga   Estado: RS

Ecossis realizou para a Eletrosul o Pacuera da UHE Passo São João no Rio Grande do Sul

A Eletrosul Centrais Elétricas S.A., controlada da Eletrobras, colocou em operação, no mês de março de 2012, a primeira unidade geradora da Usina Hidrelétrica (UHE) Passo São João, no Noroeste do Rio Grande do Sul. O empreendimento foi um marco do retorno da estatal à geração hidrelétrica e da recomposição de seu parque de usinas, inteiramente privatizado no final da década de 90.

A UHE Passo São João aproveita o potencial hidrelétrico do Rio Ijuí e gera até 77 megawatts (MW) – tendo duas unidades geradoras com 38,5 MW cada – energia que atende ao consumo de aproximadamente 580 mil habitantes.

Foram investidos aproximadamente R$ 595 milhões nesse empreendimento que integra o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Nacionalmente, a UHE Passo São João aumentou a qualidade e a segurança do sistema elétrico. Durante as obras, foram gerados perto de 2,7 mil empregos diretos e indiretos.

No decorrer das obras, foram desenvolvidos vários programas ambientais, que contemplaram ações como a recuperação de áreas degradadas, reposição florestal e de conservação de espécies ameaçadas da fauna local. No canteiro de obras, o cuidado com o gerenciamento dos resíduos foi permanente.

A Ecossis Soluções Ambientais elaborou o Plano de Conservação e Uso do Entorno do Reservatório Artificial – PACUERA e a Implantação do Monitoramento das comunidades de Macrófitas Aquáticas durante e após o enchimento do reservatório da UHE Passo São João, conforme determinava o programa do Plano Básico Ambiental (PBA) do reservatório.

Os objetivos do monitoramento eram identificar e mapear as áreas de ocorrência de populações de macrófitas na futura área de inundação da UHE Passo São João, a montante da área de influência da usina, incluindo meandros, afluentes, corpos d’água e banhados adjacentes, considerando a futura cota operacional do reservatório.

Posteriormente avaliar e indicar o método para controle de focos de macrófitas identificadas como possíveis infestantes.

Para saber mais sobre a Eletrosul e sobre a UHE Passo São João, acesse www.eletrosul.gov.br

Saiba Mais
Eletronorte

Pacuera UHE Samuel – RO

ECOSSIS-C41-BASE-COMFUNDO_0000s_0002_LOGO-3-ELETRONORTE-e1520018808713

Ano de inicio: 2010

Status: Finalizado

Tipo de empreendimento: UHE

Localização:Candeias do Jamari  Estado: RO

Plano de Manejo da Estação Ecológica Estadual de Samuel – RO.

A Estação Ecológica Estadual de Samuel (ESEC UHE Samuel) está localizada nos municípios de Itapuã do Oeste e Candeias do Jamari. Foi criada pelo Decreto Estadual nº 4.247, de 18 de julho de 1989 e possui uma área total de 71.060,723 hectares. De acordo com o art. 2º do referido Decreto, a responsabilidade pela implantação da ESEC Samuel é da Eletronorte – Centrais Elétricas do Norte do Brasil e é uma medida compensatória pelo impacto ambiental causado pela criação do reservatório da UHE Samuel em Rondônia.

Com uma área de alague significativa, a UHE possui 217 MW de capacidade instalada, sendo uma das principais usinas do Rio Madeira. O Rio Madeira é o maior afluente da margem direita do rio Amazonas, atuando como importante barreira geográfica para muitas espécies, especialmente vertebrados e invertebrados.

Diversas espécies são endêmicas da Província Madeira, sendo uma das mais extensas da América Latina, está enquadrada em uma prioridade intermediária de conservação dada à condição de vulnerável – ainda parcialmente íntegra, porém em franco processo de perda e fragmentação.

A ESEC Samuel está listada como uma das 900 Áreas Prioritárias para a Conservação da Biodiversidade Brasileira (reconhecidas pelo Decreto nº 5092, de 21 de maio de 2004 e instituídas pela Portaria nº 126, de 27 de maio de 2004, do Ministério do Meio Ambiente).

A ESEC Samuel é considerada uma UC estratégica para a conservação de amostras de alta biodiversidade e singularidade ecológica, bem como para a proteção dos recursos hídricos, ou seja, manutenção das nascentes e vegetação ciliar do reservatório da UHE Samuel.

A Ecossis orgulha-se de ter contribuído para o desenvolvimento do Plano de Uso e Conservação do Entorno do Reservatório desta importante usina.

Para saber mais da UHE Samuel e demais usinas da Eletronorte acesse http: www.eletronorte.gov.br

Saiba Mais
Eletrosul

Pacuera para UHE São Domingos no Mato Grosso do Sul

Ano de inicio: 2019

Status: Finalizado

Tipo de empreendimento: Construção Civil

Localização:   Estado: MS

Ecossis desenvolveu para a Eletrosul o Pacuera-Plano de Conservação e Uso do Entorno do Reservatório, da UHE São Domingos no MS.

A Usina Hidrelétrica de São Domingos instalada pela Eletrosul Centrais Elétricas esta localizada em Ribas do Rio Pardo e Água Clara no Mato Grosso do Sul.

Com uma potência de 48MW atende mais de 700 mil pessoas e produz energia a partir da transformação da energia potencial hidráulica em energia elétrica. Está implantada no rio Verde, entre os municípios de Água Clara (margem esquerda) e Ribas do Rio Pardo (margem direita), região nordeste do Estado de Mato Grosso do Sul. É uma usina a fio d’água, ou seja, seu reservatório tem somente a função de manter o desnível necessário para a geração de energia.

A obra foi concluída em 2011 e a Ecossis realizou o Plano de Conservação e Uso do Entorno do Reservatório (PACUERA), O monitoramento de Processos Erosivos do Reservatório e os estudos ictiológicos complementares da UHE São Domingos.

O Pacuera e demais estudos contemplaram:

Diagnóstico Preliminar ;
Elaboração de Mapas, Análise, Zoneamento e Proposta Preliminar;
Consulta Pública;
Consolidação do Plano e Projeto de Sinalização de APP – Área de Preservação Permanente.

Saiba mais sobre a UHE São Domingos em http://www.eletrosul.gov.br/


Saiba a importância do PACUERA

Em virtude da instalação de reservatórios artificiais para geração de energia, abastecimento da população e irrigação, uma nova Área de Preservação Permanente – APP é estipulada. A fim de manter a integridade deste novo corpo hídrico e garantir a preservação desta nova APP e de seu entorno, é necessário que seja realizada a gestão destas áreas.

O Pacuera é uma importante ferramenta de planejamento, controle ambiental e operacional que busca compatibilizar interesses diversos em relação à utilização das suas águas e dos solos no seu entorno, a fim de evitar a degradação do ambiente e maximizar benefícios socioeconômicos que poderão decorrer do empreendimento.

Saiba Mais
Elaboração de Estudos Ambientais para a CESAN

Elaboração de Estudos Ambientais para a CESAN

ECOSSIS-C41-BASE-COMFUNDO_0000s_0025_LOGO-26-CESAN-e1519843449261

Ano de inicio: 2017

Status: Finalizado

Tipo de empreendimento: Saneamento

Localização: Vitória  Estado: ES

A Ecossis realizou para CESAN a Elaboração de estudos ambientais, compreendendo um Relatório de Controle Ambiental – RCA, um PACUERA e um PRAD, para a Barragem do Rio Jucu no ES.

A CESAN – Companhia Espírito-Santense de Saneamento contratou a elaboração do Relatório de Controle Ambiental (RCA), Plano Ambiental de Conservação e Uso do Entrono de Reservatório Artificial (PACUERA) e Plano de Recuperação de Áreas Degradadas (PRAD), estes foram desenvolvidos para atender os termos de referência e legislação específica dos órgãos ambientais do Espírito Santo, responsáveis pelo Licenciamento Ambiental da Barragem do Rio Jucu – Braço do Norte/ES.

Os estudos realizados para CESAN foram necessários devido a implantação de Barragem no Rio Jucu, concebida para a reservação de água, minimizando efeitos de estiagens prolongadas, e garantindo vazão firme para abastecimento da região metropolitana de Vitória nos próximos anos, uma vez que a captação atual é feita a fio d`água.

O RCA apresentou a descrição geral do projeto, estudos de alternativas locacionais, identificação da área de influência do empreendimento, diagnóstico ambiental da área de influência (meio físico, meio biótico, meio antrópico), prognóstico ambiental, relatório fotográfico e conclusões.

O PACUERA contemplou o embasamento legal, objetivos, informações gerais, caracterização da barragem de abastecimento público e seu entorno, diagnóstico socioambiental, descrição das medidas de conservação e do uso no entorno do reservatório, relatório fotográfico, bibliografia.

O PRAD continha as informações gerais com diagnóstico da área a ser recuperada e do entorno da área a ser recuperada, objetivo da recuperação, planejamento da recuperação, resultados esperados e cronograma físico, definições, justificativas e dados do responsável técnico.

Abaixo reportagem publicada, após a assinatura do contrato e reunião técnica, realizada entre os membros da CESAN e o Diretor técnico da Ecossis, Sr. Juliano Moreira e o gerente de Projetos, Jean Antônio.

IMG-20170614-WA0014_resized

 

Saiba mais sobre a Companhia Espírito Santense de Saneamento em www.cesan.com.br

Saiba Mais

Plano de Conservação e Uso do Entorno da Barragem Sta. Helena

embasa

Ano de inicio: 2018

Status: ATIVO

Tipo de empreendimento: Infraestrutura e Saneamento

Localização: Dias D’Ávila Estado: BA

Serviços Executados

Pacuera

A Embasa – Empresa Baiana de Águas e Saneamento, realizou a contratação da Ecossis Soluções Ambientais, como empresa ambiental responsável pela Elaboração do PACUERA – Plano de Conservação e Uso do Entorno do Reservatório da Barragem de Santa Helena, no município de Dias D’Ávila/BA. 

O Plano Ambiental de Conservação e Uso do Entorno de Reservatório Artificial (PACUERA), através do escopo de trabalho elaborado pela Ecossis, abrange ações de gestão e ordenação territorial. Tem a finalidade de orientar o uso disciplinado do reservatório da Barragem de Santa Helena respeitando a legislação e normas operativas do empreendimento.

O Pacuera busca ainda, estabelecer mecanismos para viabilizar o uso ambientalmente equilibrado do reservatório e de seu entorno, harmonizando atividades antrópicas e proteção ambiental às necessidades do empreendimento e a interação com a sociedade, sendo que, o zoneamento ambiental proposto, deverá ser discutido com as comunidades presentes no entorno, através de consultas públicas. 

O projeto tem previstas a realização das seguintes atividades: 

Diagnóstico socioambiental da região do estudo e do entorno do reservatório;  

Mapeamento do uso e ocupação do solo;  

Zoneamento Socioeconômico e Ambiental do Entorno do Reservatório, a partir da análise e interpretação da realidade local;  

Zoneamento do Corpo Hídrico do Reservatório (espelho d’água) a partir da análise e interpretação dos componentes socioeconômicos e ambientais, contemplando a caracterização limnológica e os usos múltiplos (atuais e futuros) da água (enquadramento), como lazer, navegação, abastecimento, irrigação, geração de energia, dentre outros;  

Identificação e quantificação das áreas degradadas;  

Propor medidas e programas de proteção, conservação e recuperação do entorno do reservatório e de seu ordenamento, quanto aos usos da terra, buscando a compatibilização das atividades econômicas com a preservação e conservação dos bens naturais;  

Elaboração do Projeto de restauração da mata ciliar da barragem de Santa Helena; 

Elaboração de Projeto de educação ambiental do entorno do reservatório; 

Elaboração de Plano de gerenciamento do reservatório e seu entorno;  

Elaboração de Programa de monitoramento ambiental; 

Além das ações e atividades previstas no escopo do PACUERA, será realizado o diagnóstico socioambiental que será de extrema importância para o sucesso do plano de conservação, pois ele subsidiará o zoneamento ambiental e programas a serem estabelecidos no plano.

Será realizado o diagnóstico dos meios físico, biológico e socioeconômico através de estudos de campo e dados secundários, obedecendo as diretrizes básicas deste termo. Os dados secundários serão utilizados, preferencialmente, de forma complementar. 

O trabalho que iniciou no mês de abril de 2018 encontra-se em fase de conclusão.

Saiba Mais
Open chat