Project Categories: COPEL

Programa de Arqueologia em Linha de Transmissão para Copel

ECOSSIS-C41-BASE-COMFUNDO_0000s_0008_LOGO-9-COPEL-e1520947574494-2

Ano de inicio: 2011

Status: Finalizado

Tipo de empreendimento: 

Linha de Transmissão

Localização: Guaíba  Estado: RS

Ecossis foi contratada pela Copel para executar o Programa de Arqueologia da LT Araraquara-Taubaté localizada no Estado de São Paulo

A execução do Programa de arqueologia para a Copel, contempla a Preservação, Prospecção, Resgate, Salvamento e Monitoramento do Patrimônio Arqueológico e Educação Patrimonial do empreendimento Linha de Transmissão 500 kV Araquara II – Taubaté, envolvendo 28 municípios do Estado de São Paulo:

Municípios abrangidos:

Araraquara, Boa Esperança do Sul, Ibaté, Ribeirão Bonito, São Carlos, Itirapina, Analândia, Corumbataí, Rio Claro, Araras, Cordeirópolis, Limeira, Cosmópolis, Paulínia, Artur Nogueira, Holambra, Jaguariúna, Campinas, Pedreira, Amparo, Morungaba, Bragança Paulista, Atibaia, Piracaia, Igaratá, São José dos Campos, Caçapava e Taubaté.

A Ecossis orgulha-se de poder contribuir desenvolvendo todos os serviços de arqueologia desta importante obra, que trará grande benefícios para o escoamento da energia em nosso País.

Este empreendimento gerará benefícios para o País, pois melhorará a qualidade do fornecimento de energia elétrica, desenvolvendo a economia regional e nacional. Trará vantagens sociais diretas e indiretas para as populações da região Sudeste do Brasil, estabelecendo um ciclo de geração de empregos para cerca de 900 pessoas e renda e melhorias da qualidade de vida.

Com investimentos da ordem de R$ 230 milhões, este empreendimento vai possibilitar o escoamento pleno da energia proveniente das usinas do rio Madeira (Jirau e Santo Antônio), no Estado de Rondônia, até os principais centros de carga de São Paulo e Rio de Janeiro. As usinas do rio Madeira estão entre os principais reforços com que conta o Sistema Elétrico Interligado nos próximos anos, e o transporte dessa energia até os centros de consumo é uma etapa crucial do processo. Desse total, R$ 25 milhões são destinados às obras de ampliação da subestação Taubaté, além do trecho da linha de transmissão que circunda a cidade. Fonte: Copel

Maiores informações sobre o empreendimento podem ser encontradas em:

http://www.copel.com/

Saiba Mais
Programa de Monitoramento de Aves e Morcegos em LT da Copel no PR

Monitoramento de Aves e Morcegos em LT da Copel

ECOSSIS-C41-BASE-COMFUNDO_0000s_0008_LOGO-9-COPEL-e1520947574494-2

Ano de inicio: 2012

Status: Finalizado

Tipo de empreendimento: 

Linha de Transmissão

Localização: Cascavel  Estado: PR

Serviços Executados

Monitoramento de Fauna

Ecossis executa Programa de Monitoramento de Aves, visando diagnosticar os riscos de colisão de Aves e Morcegos em Linha de Transmissão da Copel.

A Linha de Transmissão (LT) Foz do Iguaçu – Cascavel Oeste tem por finalidade interligar a SE Foz do Iguaçu-Furnas à SE Cascavel-Oeste-Copel, melhorando a confiabilidade do sistema elétrico do sul do país, criando uma alternativa para transportar a energia produzida em Itaipu.

A LT previu 115 km de extensão e 525 KV de potencia, projetando-se sobre oito municípios do Paraná.

Concluído em 2013, a Ecossis elaborou e executou para a Copel – Cia Paranaense de Energia, o Plano de Monitoramento do Risco de Colisão de Aves e Morcegos com a respectiva LT.

A Linha de Transmissão 525 kV Foz do Iguaçu – Cascavel Oeste está localizada no que é considerada a Mesorregião Oeste Paranaense. Com relação aos aspectos ecológicos, essa região abrange dois domínios fitogeográficosa: Floresta Ombrófila Mista e a Floresta Estacional Semidecidual, destacando-se pela transição entre esses dois biomas, o que confere à região alguns aspectos importantes por tratar-se de um local natural de tensão, de vulnerabilidade ecológica e de grande variabilidade de estoques genéticos.

As áreas por onde passa a linha de transmissão são habitadas por espécies adaptadas a ambientes alterados e impactados e a vegetação florestal do local encontra-se em estádios iniciais de regeneração, com matas ciliares restritas e vegetação alterada.

Este programa foi proposto em função da necessidade de verificar a existência da mortandade de aves e morcegos, por colisão ou eletrocussão em estruturas da linha de transmissão em questão (Linha de Transmissão 525 kV Foz do Iguaçu/Cascavel Oeste), avaliando a existência ou não e, em caso positivo, a magnitude deste impacto sobre indivíduos da avifauna e da quiropterofauna da área de influência do empreendimento.

Os objetivos do Monitoramento realizado para a Copel compreenderam: Identificar as possíveis causas de morte (colisão ou eletrocussão); Identificar as espécies que utilizam a Linha de Transmissão para descanso, forrageio e nidificação; Determinar possíveis diferenças entre os locais amostrados (diferenças espaciais); Determinar possíveis diferenças entre as diferentes épocas do ano (diferenças sazonais); Estimar se o impacto pode gerar perdas populacionais expressivas e Indicar a necessidade de medidas mitigatórias ou compensatórias e discorrer sobre as medidas mais apropriadas.

mapa copel

 Saiba mais sobre os serviços da Copel em www.copel.com

Saiba Mais
COPEL

Arqueologia Preventiva e Educação Patrimonial para COPEL

ECOSSIS-C41-BASE-COMFUNDO_0000s_0008_LOGO-9-COPEL-e1520947574494-2

Ano de inicio: 2018

Status: Finalizado

Tipo de empreendimento: Linha de Transmissão

Localização: Paraná  Estado: PR

Serviços Executados

Educação Patrimonial

Arqueologia Preventiva

Paipa e Raipa

Resgate Arqueológico

 Ecossis realizou para COPEL Programa de Educação Patrimonial e Arqueologia Preventiva 

A Ecossis foi contratada para realizar o Programa de Arqueologia Preventiva e Educação Patrimonial em 3 empreendimentos da COPEL – Companhia Paranaense de Energia, no estado do Paraná, referentes à linha de distribuição de energia. 

O objetivo deste projeto era cumprir todas as exigências legais cabíveis existentes sobre o Patrimônio Cultural e Arqueológico Brasileiro, de modo a assegurar o adequado licenciamento ambiental dos empreendimentos e maximizar a preservação do patrimônio histórico e cultural por meio de procedimentos intensivos e sistemáticos de avaliação, resgate e realização de atividades de Educação Patrimonial.

Os 3 empreendimentos abrangem mais de 10 municípios do estado do Paraná, cobrindo 164,6 km de linhas de distribuição, são eles:

01. LDAT 138KV Cascavel Norte – Ubiratã, possui a extensão de 64 km e compreende os municípios de Cascavel, Corbélia, Anahy e Ubiratã.

02. LDAT 138KV Chopinzinho – Pato Branco, possui extensão de 62,2 km e compreende os municípios Chopinzinho, Coronel Vivida, Itapejara D’Oeste, Bom Sucesso e Pato Branco.

03. LDAT 138KV Capitão Leônidas Marques – Realeza, possui a extensão de 38,4km e compreende os municípios Capitão Leônidas Marques e Realeza.

A execução deste programa arqueológico contou com uma equipe técnica especializada da Ecossis, composta por  dois arqueólogos que foram responsáveis pela elaboração e execução de atividades como a Preservação, Prospecção, Resgate, Salvamento e Monitoramento do Patrimônio Arqueológico e Educação Patrimonial. 

O investimento teve justificativa na crescente demanda por energia elétrica e nas necessidades locais e regionais do Estado do Paraná. Tal medida permitiu desafogar a malha elétrica atual, constituindo decisivo reforço e garantia de abastecimento de energia com segurança e qualidade.

Saiba mais sobre as linhas de distribuição de energia no site da Copel: http://www.copel.com/hpcopel/transmissao/

Saiba Mais
Programa de Monitoramento de Aves e Morcegos em LT da Copel no PR

Programa de Arqueologia Preventiva para LDAT da COPEL.

COPEL

Ano de inicio: 2019

Status: A iniciar

Tipo de empreendimento: Energia

Localização: Estado do Paraná

A Ecossis Soluções Ambientais foi contratada pela Companhia Paranaense de Energia – COPEL, para executar os Programas de Arqueologia Preventiva e Educação Patrimonial em 2 empreendimentos de Linha de Distribuição de Alta-Tensão (LDAT).

O programa de arqueologia preventiva será executado em 2 empreendimentos, que abrangerão 4 municípios do estado do Paraná, cobrindo 30 km de linhas de distribuição, sendo eles:

1. LDAT 138KV Mandaguari – Sarandi, com extensão de 18,30 km, abrangendo os municípios de Mandaguari, Sarandi e Marialva.

2. LDAT 138KV Vila Gaúcha Seccionamento (Marechal Cândido Rondon – Santa Helena), possui extensão de 11,70 km, abrangendo o município de Marechal Cândido Rondon.

O Programa de Arqueologia Preventiva e Educação Patrimonial a ser realizado pela Ecossis consiste na elaboração/execução dos seguintes serviços:

  • Projeto de Avaliação de Impacto ao Patrimônio Arqueológico;
  • Relatório de Avaliação de Impacto ao Patrimônio Arqueológico;
  •  Programa de Gestão do Patrimônio Arqueológico;
  • Relatório do Programa de Gestão do Patrimônio Arqueológico;
  • Projeto Integrado de Educação Patrimonial; e,
  • Relatório Integrado de Educação Patrimonial,

A equipe técnica responsável por este projeto será multidisciplinar e contará com um arqueólogo coordenador e um arqueólogo de campo.

A execução do programa de arqueologia preventiva terá duração de 24 meses, seguindo as exigências legais cabíveis existentes sobre o Patrimônio Arqueológico, de modo a assegurar o cumprimento das condicionantes do licenciamento ambiental dos empreendimentos, em atendimento ao IPHAN – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional e ao IAP – Instituto Ambiental do Paraná.

O progresso de um local e região é acompanhado pelo aumento da demanda por energia elétrica, fazendo-se necessário o investimento em infraestrutura para ampliação de transmissão de energia elétrica.

Saiba Mais
Open chat